Caminhada reúne mais de 2 mil idosos atendidos por programas da PMJP

Por - em 26

Mais de 2 mil idosos e familiares devem participar nesta terça-feira (25) da 3ª ‘Caminhada Vida Ativa’, a partir das 6h, com concentração no Busto de Tamandaré, na divisa das praias de Tambaú e Cabo Branco. O evento marca as comemorações pelo Dia Municipal do Idoso.

A caminhada sairá do Busto de Tamandaré, em direção à Avenida Cabo Branco com destino ao Sesc-Praia. A proposta da caminhada é convidá-los para refletir sobre os principais problemas enfrentados pelas idosas de que forma eles podem ser minimizados. Em seguida será servido um café da manhã com muitas frutas. Durante o evento, profissionais da área de saúde e de educação física vão prestar orientações sobre cuidados com a saúde e a necessidade da prática de exercícios fiscos adequados para a idade.

O secretário de Desenvolvimento Social, Alexandre Urquiza, destacou que o idoso é um público que é prioridade na atual gestão, que elegeu como um de seus principais objetivos a melhoria da qualidade de vida do pessoense. “A 3ª Caminhada Vida Ativa é mais uma das atividades dessa gestão que acompanha diretamente cerca de 1.200 idosos e indiretamente mais de 3 mil, com atividades sócio-culturais, de inclusão e de melhoria constante da auto-estima dessas pessoas. Gostaríamos de convidar todos os idosos, familiares e amigos para caminharem conosco pela orla do Cabo Branco, e em seguida, tomar um café da manhã’, ressaltou o secretário.

Atualmente cerca de 1.200 idosos são atendidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), através do programa de Atenção à Pessoa Idosa (Papi). Eles estão organizados em 30 grupos de convivência, distribuídos em 23 bairros da Capital paraibana. Qualquer pessoa a partir dos 60 anos, independente de condição sócio-econômica ou gênero, pode participar do programa, praticando atividades físicas, recebendo acompanhamento psicológico e social, tirando dúvidas e orientação sobre seus direitos.

O Papi ainda atende e acompanha casos de idosos vítimas de maus tratos ou em situação de abandono, seja através de denúncias que chegam à Secretaria, à Curadoria do Cidadão ou ao Conselho Municipal do Idoso.