Caminhão Feira do Peixe beneficia pescadores e consumidores em JP

Por - em 51

O Caminhão Feira do Peixe garante comercialização a preço justo aos pescadores artesanais de 10 colônias do litoral paraibano, aumentando seu lucro em mais de 30%, ao eliminar a figura do atravessador. Em atividade desde junho, o veículo doado pelo Ministério da Pesca e Aquicultura à Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) beneficia o pescado e vende a preços acessíveis nos mercados públicos e nas comunidades da Capital.

O secretário adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), Antônio Jácome, afirma que a principal utilidade do Caminhão Feira do Peixe é a melhoria na comercialização para os pescadores. “O veículo recolhe o pescado nas colônias cadastradas pagando um preço justo e evitando que os pescadores tenham de se deslocar para comercializarem os peixes”.

O caminhão é gerido em parceria da PMJP com a cooperativa Coopesca e, de acordo com o coordenador, João Tales Prato, neste novo modelo de comercialização, o pescador vende o pescado por preços até 30% maiores do que os que eram pagos pelos atravessadores.

“À noite a Coopesca adquire o pescado nas colônias e armazena no caminhão, que tem câmaras frigoríficas com capacidade de até 3,5 toneladas, e pela manhã revende a preços a partir de R$ 2 o quilo, que é o caso do Sapuruna. As pessoas fazem filas para comprá-lo nas comunidades”, diz João Tales Prato.

A Coopesca vende o peixe in natura, mas também atua no beneficiamento, transformando o pescado em filé. Neste caso o preço é R$ 14, mas a média é de R$ 6 o quilo, no Saramunete, Ariocó, Budão e Marisco.

O caminhão possui uma abertura na parte lateral e transforma-se em uma tenda, atraindo a atenção dos consumidores. A agente ambiental Maria Júlia sempre faz suas compras no Mercado Central e o que lhe chamou a atenção no caminhão Feira do Peixe foram os preços, que estão abaixo da média dos demais comerciantes. “Vou aproveitar e comprar 1,5 quilo de Saramunete”.

O comerciante Edmilson de Souza, que tem um restaurante de fast food, destacou, além dos preços, a higiene do local. “Eu não conhecia este serviço e gostei muito do ambiente”. Já a aposentada Alda Ciouro comprou vários tipos de pescado para preparar o almoço da família. “Esta é a primeira vez que compro aqui e vou virar cliente”, disse ela.

O vendedor do Caminhão Feira do Peixe, Edilson Silva, destaca que todos os dias o veículo percorre diferentes mercados de manhã e, no turno da tarde, se instala nas comunidades, como Bela Vista, Rangel, Mandacaru e Mussumago. “Os moradores gostam muito quando estacionamos lá”.

O secretário da Sedes, Antônio Jácome, explica que o Caminhão Feira do Peixe beneficia colônias de pescadores de todo o litoral Norte e Sul, além de João Pessoa, incluindo os municípios de Mataraca a Pitimbu. “No ano passado a PMJP se inscreveu em um edital do Ministério da Pesca e Aquicultura e foi contemplada em junho deste ano com o veículo, inclusive com visita da então ministra Ideli Salvatti”. No caminhão foram investidos recursos de R$ 240 mil.

 

Programação nos mercados públicos

 

Terça-feira – Comunidade Bela Vista

Quarta-feira – Feira de Jaguaribe

Quinta e sexta-feira – Mercado Central

Sábado – Mercado do Bairro dos Estados

Domingo – Feira de Oitizeiro