Campanha arrecada livros e brinquedos para crianças do Gervásio Maia

Por - em 58

O natal das 2,5 mil crianças do Residencial Gervásio Maia pode ser diferente este ano, graças a uma iniciativa da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), do Conselho Popular de Moradores do bairro e da Central Única das Favelas (Cufa). Os órgãos iniciam uma campanha, nesta quarta-feira (10), para a arrecadação de brinquedos, que serão distribuídos com os meninos e as meninas do local, e livros paradidáticos e infantis para a formação de uma biblioteca.

Segundo o representante do Conselho Popular dos Moradores do Residencial Gervásio Maia (Consepops), Gilvanildo Pereira, as pessoas podem contribuir com o natal das crianças do conjunto, fazendo a doação de brinquedos e livros em um dos postos de arrecadação, montados pela organização do evento.

Os postos funcionarão na sede dos órgãos da PMJP, entre eles: Paço Municipal; Procon-JP, Secretaria de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp) e Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), situados no Centro da cidade. Além da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), no bairro Torre; do anexo do Centro de Capacitação de Professores (Cecapro), na Avenida Epitácio Pessoa; da Secretaria Municipal de Habitação Social (Semhab), em Jaguaribe e do Centro Administrativo Municipal, em Água Fria.

Gilvanildo Pereira informou que a campanha se estende até o dia 19, já que a entrega dos brinquedos vai acontecer no dia 20. De acordo com ele, a comunidade, que possui 1,3 mil residências, tem cerca de 2,5 mil crianças. “Foi o que apontou o levantamento feito pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes)”, afirmou.

Biblioteca – Uma comissão de secretárias da Prefeitura de João Pessoa está à frente da campanha, representando o poder municipal, que também presta apoio com o processo de divulgação e arrecadação dos materiais. Para a secretária Darley Silva, a iniciativa surgiu como uma forma de ajudar na formação do conjunto, que em dezembro deste ano completa um ano de existência.

Ela lembra que além dos brinquedos, que serão distribuídos com as crianças do lugar, a campanha também está arrecadando livros paradidáticos e infantis para a formação de uma biblioteca popular no bairro.

Para ela, contribuir com o natal e com a educação das crianças que residem no lugar e que, há um ano moravam em barracos de lona e em abrigos públicos, é também uma forma de exercer a solidariedade.