Campanha contra desmatamento é lançada nesta sexta na Lagoa

Por - em 30

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) vai lançar a Campanha “São João Sem Desmatamento” nesta sexta-feira (18), às 16h, na Lagoa do Parque Solon de Lucena. A campanha será realizada através da Secretaria do Meio Ambiente (Semam), Orçamento Democrático (OD), Autarquia Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) e Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb). O lançamento vai contar com a participação do prefeito Luciano Agra, secretários municipais, delegados e conselheiros do Orçamento Democrático e representantes de associações comunitárias.

De acordo com a secretária do Meio Ambiente, Lígia Tavares, o objetivo da campanha é chamar a atenção da população para a legislação ambiental e para o fato de que fazer fogueira é permitido, desde que seja usada a madeira fruto da poda de árvores. A Campanha “São João Sem Desmatamento” vai doar a madeira da poda de árvores realizada na cidade para as associações de moradores que, por sua vez, farão a distribuição dentro de suas comunidades.

A intenção é evitar que as pessoas comprem madeira ilegal de terceiros, agravando o desmatamento. “A ecologia não entra em choque com a cultura, mas a cultura precisa conhecer e respeitar a legislação ambiental. A fogueira com madeira fruto da poda é permitida e é isso que queremos incentivar com a campanha”, disse a secretária. Segundo a Semam, a área que mais sofre com o desmatamento é a Zona Sul da cidade, que compreende os bairros Grotão, Gramame, Colinas do Sul II e Jacarapé, entre outros.

Fogueira Ecológica – No local do lançamento da campanha será instalada uma “Tenda Verde”, com a apresentação de um trio de forró e a distribuição de mudas de árvores e materiais educativos como folders e cartazes, conscientizando a população a não desmatar e a procurar usar a fogueira ecológica em áreas coletivas nas comunidades.

A distribuição será iniciada ainda esta semana e levará em consideração as 14 regiões orçamentárias. Já se cadastraram cerca de 20 associações que foram mobilizadas pelos delegados e conselheiros do OD. Os caminhões da Divisão de Botânica da Semam farão a distribuição nas comunidades até o São Pedro.