Campeonato Sub 19 de vôlei de praia prossegue até domingo

Por - em 42

Começou nesta sexta-feira (18), na praia do Cabo Branco, o ‘Campeonato Brasileiro de Vôlei Sub 19’. São 22 duplas feminina e 24 masculina representando os estados da Paraíba, Rio de Janeiro, Bahia, Sergipe, Ceará e Maranhão. O evento é uma iniciativa da Confederação Paraibana de Vôleibol e recebe o apoio da Prefeitura de João Pessoa (PMJP). A competição termina no próximo domingo (20). As partidas serão realizadas a partir das 8h até as 16h. Entre as estrelas presentes ao torneio está o paraibano Victor Filipe, de 18 anos, atual vice-campeão mundial sub 21 e vice-campeão Sul-americano adulto.
 
De acordo com o Coordenador do Evento, Giovanni Marques, a Paraíba é hoje tetra campeã brasileira sub19 no vôlei de praia masculino e o favoritismo da competição recai sobre as duplas paraibanas. Giovane Marques disse que as duplas do Rio de Janeiro são as principais rivais dos paraibanos. “O Rio é um estado que tem desenvolvido um trabalho de base na categoria sub 19 e isso tem levado suas duplas a conquistar muitos campeonatos, assim como a Paraíba. Por isso, a grande rivalidade”, destacou.

O campeonato será encerrado no domingo (20), com uma confraternização entre os organizadores e as duplas participantes. A festa irá comemorar os 20 anos do departamento de vôlei de praia da Confederação Paraibana de Voleibol. Na ocasião serão exibidos vídeos das competições e os campeões brasileiros do vôlei de praia serão homenageados.

Projeto – A Confederação Paraibana de Voleibol desenvolve o projeto ‘Novos Talentos’ onde já passaram mais de 200 atletas de base. São escolinhas de vôlei  montadas nas areias da Praia do Cabo Branco que  atende crianças a partir de 10 anos. “O projeto ‘Novos Talentos’ tem ajudado a desenvolver o esporte na nossa capital formado atletas campeões. Hoje aPparaíba domina as categorias de base e podemos citar como exemplo do sucesso dessa empreitada as duplas campeãs Alvaro e Victor, e Josias e Jô, sendo os últimos vice campeões sub 21”, disse o presidente da Confederação Paraibana de Voleibol, Potengi Lucena.