Cândida Vargas homenageia às mães doadoras de leite materno

Por - em 26

Para comemorar a 19ª Semana Mundial de Amamentação, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), realiza várias atividades alusivas à data. O Instituto Cândida Vargas (ICV), através do Banco de Leite Zilda Arns, promove nesta terça-feira (3), a partir das 9h, apresentações de grupos de dança e cordel e homenagem às mães doadoras.

Mais que alimentar bebês, o leite materno age como um medicamento poderoso, capaz de suprir o organismo desses recém nascidos com altas doses de energia, proteína e gordura, por isso a amamentação é indicada com exclusividade até os seis meses de vida do bebê.

O Banco de Leite do Instituto Cândida Vargas incentiva o aleitamento e a doação de leite materno através de iniciativas junto às mães e profissionais de saúde com informações sobre os benefícios do aleitamento; ajudar as mães com dificuldades de amamentar; incentivar o alojamento conjunto na maternidade para mães e recém-nascidos; não oferecer mamadeiras e chupetas.

Banco de Leite – Reinaugurado no mês de maio, o Banco de Leite Zilda Arnas localizado no anexo do Instituto Cândida Vargas conta com novas estruturas que proporcionam maior segurança no processamento e controle de qualidade do leite humano com instalações em conformidade com os padrões exigidos pela norma regulamentadora dos Bancos de Leite do Ministério da Saúde.

Para a coordenadora do Banco de Leite, Thaíse Clara, as melhorias depois da reforma se estendem às mães doadoras. “O atendimento às mães com problemas relacionados à amamentação ou aquelas com excesso de leite e que desejam doar, tornou-se mais confortável, pois o ambiente encontra-se climatizado, com maior espaço físico, além do aumento do número de profissionais habilitados e humanizados para melhor atendê-las” afirmou a coordenadora.

Roda Domiciliar – Quem quer doar e não pode ir até o Banco de Leite conta com a Rota Domiciliar, que busca o leite das doadoras em sua própria residência. As mães precisam fazer um cadastro na Unidade, em que informam seu quadro clínico e o eventual uso de medicamentos. O leite humano doado só é utilizado após passar por um processo que envolve seleção, classificação e pasteurização. Para maiores informações, o telefone do Banco de Leite do Instituto Cândida Vargas é 3015-1555.