Cantata de Natal é apresentada sábado na Estação Cabo Branco

Por - em 42

‘Comunhão’ é o tema da cantata natalina que abre a programação de Natal da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Arte, localizada no Altiplano Cabo Branco, no próximo sábado (5), no anfiteatro, a partir das 17h. A apresentação envolve canto coral e poemas com temática natalina de grandes escritores brasileiros e contará com a participação de cincos corais de João Pessoa, sob a regência da maestrina Socorro Estrela. A entrada é gratuita.
Participarão do evento cerca de 120 coralistas integrantes dos corais da Câmara Municipal de João Pessoa, da Empasa, do Ministério Público, da Assembléia Legislativa e da Unimed-JP, regidos pela professora Socorro Estrela, que decidiu reuni-los para uma apresentação com músicas natalinas.

Serão dez músicas, entre elas as já consagradas mundialmente ‘Noite Feliz’ e ‘Panis Angelicus’ – texto em latim de Tomás de Aquino (1227-1274), e música de César Franck (1822-1880); e ‘Oração da Paz’, de São Francisco. A Cantata Natalina ‘Comunhão’ traz ainda no seu repertório músicas de Roberto Carlos, Ivan Lins, Jorge Ben Jor, Michael Jackson (versão de Roupa Nova para Heal the World), Beto Guedes, entre outros. Os poemas que serão recitados são de autoria de Dom Helder Câmara, o “Profeta da Paz”, que neste ano de 2009 foi homenageado nacionalmente pelo centenário do seu nascimento.

De acordo com a professora e maestrina Socorro Estrela, o objetivo é proporcionar ao público, através do repertório composto por músicas e poemas, uma reflexão sobre o verdadeiro sentido do Natal. “Queremos trazer alegria para as pessoas nessa época tão difícil para muitos, principalmente para as famílias mais carentes que sonham em um dia poder estar em condições melhores e fazer uma ceia natalina com dignidade para seus filhos, cantando canções que transmitem amor, paz, esperança e fé”.

A maestrina Maria do Socorro Estrela da Silva é formada em música pela Universidade Federal da Paraíba. Integrou vários corais da Capital, sob regências de Eli-Eri Moura, Maurício Gurgel e Carlos Galvão. Participou dos Painéis de Regência Coral promovidos pela Funarte, como também de Cursos de Regência na UFRJ, USP, UFMG e UNB. Atualmente rege os Corais Canto Pequeno (Prefeitura de João Pessoa); Coral do Ministério Público da Paraíba; Coral da Câmara de Vereadores de João Pessoa; Coral Unigente (Unimed-JP) e Coral Vida Criança (Creche ALPB).

Sobre os Corais participantes:

Coral Empasa – Foi formado em 2000 com o objetivo de promover a melhoria da qualidade de vida dos funcionários, considerando a sua saúde ocupacional, social, física e mental. Desde então o coral vem realizando diversas apresentações em Encontros de Corais, Eventos Institucionais e Feiras, levando o nome da EMPASA e da Paraíba aos lugares onde se apresenta. Os ensaios são realizados no Auditório da EMPASA duas vezes por semana. As músicas que compõem o repertório do coral, na sua maioria, tratam de temas pertinentes à política da empresa, ou seja, a agricultura e o homem do campo, fortes elementos da cultura nordestina.

Coral Antonio Leite de Figueiredo, da Câmara Municipal de João Pessoa – Criado em 2005, dentro do Programa de Qualidade Total implantado na Câmara Municipal de João Pessoa, o coral tem como objetivos principais a valorização do ser humano e o incentivo à sua formação global oferecendo aos funcionários, a atividade do canto coral como mais uma opção de integração e enriquecimento sócio-cultural. Desde a sua formação vem se apresentando em encontros de corais, atividades institucionais e sessões solenes na Câmara.

Coral Iêda Navarro, do Ministério Público da Paraíba – Foi fundado em 1999, por iniciativa de Iêda Navarro. Desde então, o coral vem desenvolvendo atividades no âmbito interno da instituição e realizando apresentações em várias solenidades.
Recentemente gravou o CD “Coral do Ministério Público Iêda Navarro”, que interpreta autores paraibanos. O CD tem no seu repertório músicas de compositores paraibanos nacionalmente renomados, a exemplo de Luiz Ramalho e Flávio José. Além disso, foram gravadas duas músicas inéditas de Fuba e Pinto do Acordeon.

Coral Maestro Pedro Santos, da Assembléia Legislativa da Paraíba – Fundado em 1999 com o objetivo de promover os funcionários da AL. Em 2002, gravou o CD “FORROFIANDO”, com um repertório exclusivo de compositores nordestinos. O Coral já participou de vários encontros de corais pelo Nordeste.

Coral  Unigente, da Unimed-JP
– Foi fundado em 2007 e é formado por 65 crianças e jovens da Escola Estadual Raul Córdula e da comunidade do Bairro da Torre que são voluntários do Instituto de Responsabilidade Social da Unimed-JP, o Unigente, com o objetivo de, através da música, levar uma mensagem de paz e de otimismo ao mundo e, no caso dos jovens carentes, contribuir para uma integração positiva na sociedade.

Cantata – É um tipo de música cantada por uma ou mais vozes, que pode ser com acompanhamento de instrumentos ou um coro de vozes com inspiração totalmente na cultura religiosa. Esse é um gênero que foi muito explorado por vários compositores no período barroco, entre eles, Johann Sebastian Bach, que escreveu mais de 200 cantatas, e uma grande quantidade delas com trechos muito famosos, como “Jesus, Alegria dos Homens”. Era o principal atrativo no culto luterano.
Além da cantata natalina, a Divisão de Programas e Atividades da Estação Cabo Branco programou mais dois grandes eventos: o concerto com a Orquestra de Violões, no próximo dia 17, e uma apresentação do Grupo de Cordas Método Suzuki. As apresentações acontecem no auditório da Estação Cabo Branco, às 19h, com entrada gratuita.

SERVIÇO:

Evento: Cantata Natalina ‘Comunhão’
Dia: 05/12
Hora: 17h
Local: Anfiteatro da Estação Cabo Branco, Ciência, Cultura e Artes – Av. João Cirillo da Silva, S/N – Altiplano Cabo Branco.
Informações: 32148303/8270
Email: ecbartes@joaopessoa.pb.gov.br