Cantor Tadeu Mathias é a atração do projeto Pólvora Cultural deste domingo

Por Max Oliveira - em 167

O cantor e compositor paraibano Tadeu Mathias é a atração de mais uma edição do Pólvora Cultural, que acontece no próximo domingo, a partir das 16h30, no Centro Cultural Parque Casa da Pólvora – Centro Histórico da Capital. O projeto integra a programação do AnimaCentro, que é realizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope).

O repertório conta com grandes clássicos da trajetória do cantor, que conquistou importante reconhecimento no cenário musical brasileiro, através da participação em grandes festivais e emplacar canções em trilhas sonoras de novelas globais. “Sentimento e blues, por exemplo, fez parte de “De Quina Prá Lua”. Já “Deus Nos Acuda”, da novela homônima, que foi encomendada pelo diretor Jorge Fernando”, disse o cantor, que deu mais detalhes do repertório da apresentação de domingo.

“Duas que marcaram o lançamento do meu primeiro LP, Anotações Para Um Adeus (Bráulio Tavares) e Branco de Alma Negra (Marcos Rocha). Quatro inéditas, de uma infinidade de canções que crio sozinho ou com parceiros. E tem uma ótima pedida, que são oito composições das onze que Elba Ramalho gravou de minha autoria. Prá quem não sabe, sou o segundo compositor mais gravado por Elba nos quinze primeiros anos de sua vitoriosa carreira”, completou.

Carreira  – Em 1978, mudou-se para João Pessoa, onde começou sua carreira artística profissional. Já trabalhou durante 10 anos atuando como vocalista de Elba Ramalho. Fez turnê no Brasil e exterior. Suas canções foram gravadas por AngélicaMarinêsOs AbelhudosElza Maria, entre outros. Cantou o primeiro tema de encerramento em português do anime (desenho) Corrector Yui.

Discografia – (1995) É Pra Contagiar; (1992) Deus nos Acuda; (1987) Vida Real; (1985) Sentimento e Blues; (1983) Asas da América; (1983) Zuada de Boca; (1983) Baque Solto; (1981) Asas da América; (1981) Geraluz.