Capital da Paraíba é destaque em vídeo nacional sobre o Projovem

Por - em 17

Devido ao ótimo conceito que tem em âmbito nacional, o Projovem João Pessoa foi escolhido para servir de tema central de um vídeo institucional que está sendo gravado em setes cidades brasileiras e que pretende mostrar histórias bem sucedidas do programa no País. Na capital paraibana, a produção do vídeo termina nesta segunda-feira (3).

O diretor do vídeo, Sérgio Raposo, explicou que a produção final ficará com 15 minutos de produção e vai servir para divulgar o programa. “Além de João Pessoa, estamos filmando em Recife (PE), Rio Branco (AC), Rio de Janeiro (RJ), Itaboraí (RJ), Curitiba (PR), Osasco (SP) e Campo Grande (MS). A idéia é mostrar em vídeo a rotina dos alunos do Projovem, bem como as histórias bem sucedidas dos ex-alunos”, ressaltou o diretor.

Segundo o coordenador executivo do programa em João Pessoa, Thiago Pacheco, a experiência municipal é destaque no país. “O Projovem existe hoje em 27 capitais e em 57 cidades. O trabalho desenvolvido aqui em João Pessoa está entre os quatro melhores do Brasil e foi isso que fez com que integrássemos esse vídeo. Nosso conceito é bastante satisfatório em todos os itens, a exemplo da prática pedagógica, baixa evasão, entre outros”, frisou Thiago.

E uma das histórias escolhidas foi a do jovem Bruno Bulhões Barros, de 25 anos, que aprendeu a ler e escrever aos 10 anos, devido a problemas neurológicos. Ele foi aluno da primeira turma do Projovem, em 2006, e hoje espera ansioso para iniciar o curso de Biblioteconomia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Bruno passou para o segundo semestre de 2009. “O Projovem foi muito importante para mim, pois foi lá que terminei meus estudos e hoje estou na universidade”, comemorou o estudante. O pai de Bruno, Otávio Bulhões, que é professor da UFPB, também estava bastante feliz com o desempenho do filho. “Estou muito orgulhoso com o crescimento intelectual do meu filho”.

O vídeo do Projovem João Pessoa também terá como personagens a coordenadora geral do programa, Márcia Lucena; os educadores Sandra Kaline e Edilton Machado, além dos ex-alunos Jefferson Jonata, Ana Cleide e Adriana Brito.

Na capital da Paraíba, as gravações estão sendo realizadas na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) – antigo CEFET-PB –, Escola Municipal Raimundo Nonato (no Conjunto Gervásio Maia), Centro Vocacional Tecnológico (CVT) e no Paço Municipal.

O Projovem João Pessoa possui hoje 5.200 alunos matriculados em 26 escolas. Já passaram pelo programa, implantado em 2006, mais de 7.500 estudantes. No próximo mês de outubro, será iniciada mais uma nova turma com 2.600 pessoas. O Projovem – Programa Nacional de Inclusão de Jovens: Educação, Qualificação e Ação Comunitária foi criado pelo Governo Federal em 2005, dentro da Política Nacional de Juventude, que compreendeu ainda a criação da Secretaria Nacional de Juventude e do Conselho Nacional de Juventude.