Capital ganha 6ª farmácia popular, que vai oferecer estágios para alunos da UFPB

Por - em 38

O prefeito Ricardo Coutinho (PSB) e a secretária de saúde, Roseana Meira, inauguraram, nesta quarta-feira (19), a sexta Farmácia Popular, em João Pessoa. Pela primeira vez, a unidade irá funcionar em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) como farmácia-escola. Dezenas de pessoas participaram da inauguração da nova unidade, citada pelo Prefeito como uma das iniciativas de melhoria da infra-estrutura no Centro e um símbolo da gestão de saúde em João Pessoa.

“Essa farmácia é parte das ações de revitalização que nós estamos implantando aqui no Centro da cidade. Essa área precisa ter vitalidade econômica também e o convênio com a UFPB facilita tudo. Eu sou farmacêutico e não tive oportunidades como esta. Os alunos terão, aqui, a chance de vivenciar aspectos práticos importantíssimos da profissão”, comentou o prefeito Ricardo Coutinho.

O benefício da Farmácia Popular está, principalmente, no preço. Os medicamentos são oferecidos com 90% de desconto e o consumidor paga apenas 10% do valor. Qualquer pessoa pode ter acesso aos remédios, mas os todos os produtos só podem ser vendidos com receita médica. As unidades possuem, em tempo integral, nove funcionários, sendo dois farmacêuticos formados. Nesta nova unidade, serão agregados à equipe mais dois estagiários por turno, que irão aprender toda a rotina da profissão, acompanhados por um professor da universidade.

Representantes da UFPB presentes ao evento comemoraram a iniciativa. “É louvável que uma administração pública comece as olhar para frente e se preocupe em proporcionar esse tipo de atividades para futuros profissionais. Todos só têm a ganhar com isso”, destacou a pró-reitora Lúcia Guerra em seu discurso.

A coordenadora do curso de Farmácia na UFPB, Rossana Souto Maior, acredita que o modelo da Farmácia Popular do Brasil coloca os estudantes em contato com um trabalho rico em ética profissional e respeito pela população. “Eles terão acesso ao modelo ideal de trabalho”, conclui.

“A construção de uma política de saúde não é simples. Esse tipo de parceria é um sonho nosso de muito tempo, porque nós acreditamos que a melhoria da vida das pessoas passa por esse tipo de união. Estamos juntos para oferecer um serviço melhor à população e formar bons profissionais. Eles precisam sair da universidade conhecendo não apenas os medicamentos, mas também o sistema de saúde”, afirmou a secretária Roseana Meira. “Vamos ampliar. Temos outras cinco farmácias já inauguradas que também podem receber alunos. Iremos discutir essa questão, com certeza”, adianta.

O programa Farmácia Popular do Brasil é uma parceria entre o Ministério da Saúde e a Prefeitura Municipal de João Pessoa. O projeto prevê a construção de um estabelecimento para cada cem mil habitantes. Cada unidade oferece mais de cem formas de medicamentos. Agora, a Capital paraibana tem seis farmácias em pleno funcionamento.