Capital tem opções culturais para todos os gostos no ‘Circuito das Praças’

Por - em 85

Um leque de atrações movimenta o Circuito Cultural das Praças deste final de semana. A programação tem inicio nesta sexta-feira (27), com música, dança e manifestações da cultura popular, em oito espaços públicos da Capital e prossegue até o domingo (29), totalizando 18 apresentações, numa realização da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por intermédio da sua Fundação Cultural (Funjope), em parceria com a Secretaria de desenvolvimento Social (Sedes).

Esta temporada do Circuito Cultural das Praças teve inicio em setembro de 2011 e se encerra no próximo mês de fevereiro, apresentando neste período, um total de 480 apresentações, selecionadas através de edital público.

Bairro dos Ipês – A praça Coriolano Coutinho, do bairro dos Ipês, recebe a partir das 17h, da sexta-feira (27) o espetáculo ‘Foco’, da Companhia Dança Livre que estreou no Festival Nacional de Arte (Fenart), no ano de 2010, e participou de projeto de circulação de praças. Segundo os integrantes, o espetáculo se constitui numa abordagem em dança contemporânea que visa a reflexão de como o corpo se configura no espaço colocando em questão o comportamento existencial do ser humano, explorando os pontos de aproximação e afinidade entre aparentes diferenças, produzindo reflexões que permite fazermos um mapeamento do nosso comportamento, estimulando o uso do olhar em diferentes anglos.

Sobre o projeto cultural realizado pela Funjope, a diretora e coreógrafa do grupo, Lilian Farias, relatou que “as apresentações nas praças, oportuniza a interação entre bailarinos e público, e deste contato, a semente do gosto pela dança é jogada, possibilitando o surgimento de novos talentos e novos apreciadores desta arte”.

Varadouro – A atração da praça Antenor Navarro, localizada no Centro Histórico da Capital, a partir das 22h, é a banda Andada, formada por Daniela Alejandra (vocal), Jeanne Marques (guitarra e backing vocal), Filipe Maia (baixo) e Kléber Nascimento (bateria), surgiu na cena musical pessoense em janeiro de 2010. Com apenas três meses de estrada, a banda tocou na praia de Tambaú, antes do show de Pitty e tem participado de importantes eventos, como da Capital, como o Rock ‘n’ Rose, 3º Festival Mafalda Sin Falda e Circuito Cultural das Praças.

Segundo seus integrantes, o som que a banda faz é um soft rock. Riffs melódicos de guitarra, batidas energéticas na bateria, um baixo criativo e uma voz doce. No repertório, composições autorais do primeiro EP, como ‘Voe’ e ‘Pardais e Canhões’, e inéditas, como ‘Distância’ e ‘Boneca Infalível’.

O quarteto paraibano lançou o primeiro single em janeiro de 2010 e logo depois seu primeiro EP com quatro faixas. Três rádios da Capital paraibana inseriram em sua programação músicas de Andada. Atualmente, a banda está em fase de gravação,

Sobre esse show, o músico Filipe Maia destacou. “Estamos participando pela 3ª vez do Circuito Cultural das Praças, um projeto muito interessante que leva cultura e diversão a vários pontos da cidade simultaneamente. Ficamos muito felizes quando fomos selecionados para tocar na praça Antenor Navarro, no Centro Histórico, uma área de intensa atividade cultural. Então, esperamos fazer uma grande apresentação para os pessoenses e turistas presentes.”

Rangel – A praça da Amizade, no Rangel, recebe, a partir das 18h, o intérprete, compositor e instrumentista Gabriel Caminha, que é natural de Campina Grande e iniciou a sua relação com a música ainda criança. Aos 15 anos de idade, compôs sua primeira música, intitulada ‘Bela’, e já fazia pequenas apresentações em bares na cidade de Cuité-PB.

Em 2005, gravou seu primeiro álbum, intitulado de Rastro’, com 11 faixas, uma delas foi ‘Proposta séria’, em parceria o poeta Alfredo Pinto Jr e o jornalista Armando Lira. Dois anos mais tarde, gravou um DVD ao vivo, onde além de suas composições, o cantor interpreta grandes nomes da MPB, a exemplo de Chico César, Chico Buarque, Cazuza, Zeca Baleiro e Rita Lee, além de gravar dois outros compositores paraibanos, Raoni Lima e Cassandra Veraz.

O repertório do show é composto basicamente por músicas autorais, a exemplo de ‘Mais um dia sem você’, ‘Rastro’, ‘Jardim’ e ‘O traçado’, esta última, premiada no Festival ‘Finca’, ocorrido no ano passado, em Brasília.

O artista revelou que está ansioso para apresentar suas canções e interagir com o público pessoense de forma positiva, “para que esse show não fique apenas na minha memória, e sim, na memória de todos”.

Bancários – A praça da Paz, nos Bancários, será animada a partir das 19h, com o show da cantora paraibana Gitana Pimentel, que do seu disco de samba-jazz, assim como, alguns clássicos da música nacional com uma nova roupagem. O repertório conta com as composições ‘Pra cima de mim’ e ‘Enfim só’, de autoria da artista em parceria com o compositor André Vitor; e ainda ‘Rapaz folgado’ e ‘Mulato bamba’, ambas de Noel Rosa; ‘Coração em Desalinho’, de Monarco e Ratinho; e ainda, ‘Ive Brussel’, de Jorge Benjor.

A artista fala da sua expectativa para a apresentação. “É maravilhoso levar o nosso show às pessoas sem que elas precisem se deslocar de seus bairros, e em um horário que pode atender ao público de todas as idades! O Circuito das Praças proporciona a todos o acesso à cultura e arte”.

Mangabeira – A praça do Coqueiral, em Mangabeira, recebe a partir das 19h, o espetáculo Paratibe em Ação, um projeto que consiste na apresentação de vários ritmos afro-brasileiros, a exemplo do coco de roda, ciranda, maculelê, capoeira e percussão em latas. O grupo atua desde 2007 no Quilombo de Paratibe, onde o professor de capoeira João Paulo Pitoco é agente cultural da comunidade. Atualmente cerca de 60 crianças e adolescentes participam da ação cultural, que conta com o apoio permanente da Funjope e Sedes.

Segundo seus idealizadores, o objetivo do trabalho é resgatar valores da cultura popular, como a dança do coco, que era praticado no local há quase cem anos, e fortalecer o sentimento de identidade quilombola nas gerações mais novas. Em 2011, o mestre artesão ‘Seu Ciço’ realizou oficina de construção de zabumbas, através das oficinas culturais nos bairros, promovidas pela Funjope.

O coordenador do projeto, João Paulo Pitoco, promete que nesse show, ninguém vai ficar parado, e faz um chamamento. “Esperamos que as pessoas passem a admirar cada vez mais a cultura popular e a praça é um espaço importante nesse contexto, portanto, venham à praça compartilhar dessa idéia”.

Tambaú – A atração da Feirinha de Tambaú, a partir das 19h, é o projeto ‘Berimbaus e Tambores – Batidas da Liberdade e Ecos da Paz’, desenvolvido pelo grupo de Capoeira Angola Palmares. O espetáculo mostra as danças da capoeira e do maculelê, acompanhadas por instrumentos de percussão como berimbaus, pandeiros, atabaques, agogô e reco-reco. O grupo vai se apresentar com 40 integrantes e conta com uma poesia que faz referencia a Zumbi dos Palmares, além de realizar um chamamento para um grande encontro acompanhado pela orquestra de capoeira, numa clara mensagem educativa que remete à cultura ancestral e exercita o protagonismo juvenil através da arte e da cultura de paz.

Manaíra – A praça do Skate, em Manaíra, será movimentada a partir das 19h, com o show da banda ‘Sem Horas’, formada pelos músicos Guilherme Delgado (Guitarra), Bruno Falcão (Baixo), Paulo Branco (Bateria), André Falcão (Guitarra) e Igor Tadeu (Vocal), que traz a influencia do rock dos anos 60 e Jovem Guarda. No repertório, composições autorais como ‘Suco de maracujá’, ‘Garotinha mimada’ e ‘Não vou mais ficar’.

O músico Guilherme Delgado destacou. “O Projeto Circuito das Praças é uma importante fonte de valorização do artista pessoense que, junto ao público ali presente, tem a oportunidade de divulgar seu trabalho de uma forma mais ampla e eficaz”.

A banda teve início em 2005 e nesse período, lançou dois discos e viu seu público tomar forma na Capital. Com um estilo dançante, os shows sempre se tornam o cenário ideal para curtir um bom rock ‘n’ roll. Em 2011, lançaram seu primeiro videoclipe, intitulado ‘Não vou mais ficar’, presente no site Youtube”. O grupo já tocou ao lado de nomes importantes do rock independente, tais como Cachorro Grande (RS), Ludov (SP) e Forgotten Boys (SP), bem como clássicos que até hoje os influenciam, como Renato & Seus Blue Caps (SP).

Cidade Verde – Na praça do conjunto Cidade Verde que se apresenta é a ciranda do Tupinambás a partir das 19h no Anfiteatro João Balula da praça Encanto Verde.

Convidados da Sedes – Na sexta-feira, artistas e grupos convidados pela Sedes também fazem a alegria do público em algumas praças, a exemplo da banda Évora, que se apresenta na praça da Paz. Formada há um ano, com o objetivo de desenvolver um projeto Metalcore, a banda Èvora, conta com um repertório de composições próprias, e é bastante requisitada em eventos alternativos da cidade, a exemplo de shows na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e no Espaço Cultural José Lins do Rêgo. O grupo é formado por Drê (vocal), Tede (contrabaixo), Elison (guitarra) e Lucas (bateria).

Já a praça do Coqueiral, em Mangabeira, recebe a banda Matéria Orgânica, que surgiu no ano de 2009, a partir da necessidade de desenvolver um trabalho em favor do meio ambiente e de conscientização ecológica, através da distribuição de mudas de plantas e da música em diferentes estilos, a exemplo do pop rock, blues e jazz, além da dança de rua, hip hop e break. Na praça da Amizade, no Rangel, a atração e o show de Paulinho do Teclado.

Confira a programação completa deste final de semana:

Sexta-feira (27)

-Bairro dos Ipês (praça Coriolano Coutinho) – 17h

Espetáculo ‘Foco’, da Companhia Dança Livre

– Varadouro (praça Antenor Navarro) – 22h

Banda Andada

– Rangel (praça da Amizade) – 18h

Show de Gabriel Caminha

Convidado da sedes – Paulinho do Teclado

– Bancários (praça da Paz) – 19h

Show de Gitana Pimentel

Convidado da Sedes – Banda Évora

– Mangabeira (praça Coqueiral) – 19h

Projeto Paratibe em Ação

Convidado da Sedes – Banda Matéria Orgânica

– Tambaú (Feirinha de Tambaú) – 19h

Berimbaus e Tambores – Batidas da Liberdade e Ecos da Paz

– Manaíra (praça do Skate) – 19h

Banda Sem Horas

– Cidade Verde (praça Encanto Verde/ Anfiteatro João Balula) – 19h

Ciranda dos Tupinambás

Sábado (28)

– Castelo Branco (praça da Cultura) – 19h

Rock da banda Filé de Merluza

– Manaíra (praça Alcides Carneiro) – 17h

Afoxé Ya Sobha

– Bessa (praça do Caju) – 19h

Escola de Samba pavão de Ouro

– Padre Zé (praça da Conquista) – 19h

Violeiro João Paulo Bento

– Funcionários I (praça Lauro Wanderley) – 19h

Embolados de Coco Zezinho Batista

Convidado da sedes – Mc Éssyaga

– Jaguaribe (praça Aquiles Leal) – 19h

Babaus Falantes, do Mestre Clébio

– Funcionários II (praça Bela) – 19h

Grupo Raízes

Convidado da Sedes – Espetáculo Teatral Trovadores Infantis

– Valentina (praça Soares Madruga) – 19h

Tribo Indígena Africanos

– Alto do Mateus – 17h

Espetáculo infantil ‘O babau’

Convidado da Sedes – Banda de Forró Menina Amostrada

Domingo (29)

– Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Arte – 17h30

Tribo Indígena Tabajara