Cartilha orienta pais na hora de comprar material escolar

Por - em 28

O que fazer para economizar na hora da compra do material escolar? O que pode e o que não pode ser solicitado? E com relação à qualidade do material, o que precisa ser verificado? As respostas para essas questões estão em uma cartilha distribuída nesta terça-feira (3) pelo Procon de João Pessoa (Procon-JP).

O material educativo foi entregue a consumidores em dois locais de grande movimentação na Capital: a Avenida Epitácio Pessoa (próximo ao Colégio Lourdinas) e no Centro (no cruzamento das avenidas Duarte da Silveira e Maximiano Figueiredo).

A cartilha traz diversas dicas para os pais economizarem na hora de comprar o material escolar de seus filhos, a exemplo da possibilidade de reaproveitar alguns itens do ano anterior ou mesmo se unir a outros pais de alunos e comprar parte do material no atacado.

Com a cartilha, os consumidores terão também acesso à Lei 8.689/98, que normatiza a adoção de material escolar nas escolas particulares da Capital. A Lei informa a possibilidade do consumidor parcelar a entrega do material de acordo com os quantitativos que serão usados em cada unidade de aprendizagem do aluno. Neste caso, a entrega parcelada deve ocorrer com antecedência mínima de oito dias antes do início da unidade.

Os consumidores podem solicitar um exemplar da cartilha no Procon-JP, situado na Avenida Pedro I, 331, Centro. Até o final desta semana, o material deverá ser disponibilizado na página da Prefeitura, no endereço http://www.joaopessoa.pb.gov.br/secretarias/procon/, em um link com dicas para o consumidor.