Casa Brasil faz parte do crescimento do Conjunto Costa e Silva

Por - em 380

Antônio quer mudar de ramo e busca capacitação. Jéssica e Tayná usam o tempo livre das férias escolares para aprender discotecagem. Enquanto isso, Murilo e Jonatha querem acessar a internet. Os objetivos podem ser diferentes, mas essas pessoas têm algo em comum: elas são usuárias do Espaço Multimídia Casa Brasil, um projeto da Secretaria de Ciência e Tecnologia de João Pessoa, que privilegia a formação e capacitação em tecnologia aliada à cultura, à arte e ao entretenimento.

A Casa Brasil vem mudando a realidade do Conjunto Costa e Silva e redondezas por meio de cursos, oficinas e atividades ligadas à tecnologia – sem deixar de lado o entretenimento. Inaugurado em 2008 (e revitalizado no início do ano passado), o espaço não leva somente computadores e conectividade à população, mas colabora para a afirmação da identidade cultural do local. “A capacitação e a inserção da comunidade no contexto das novas tecnologias continuam sendo o carro-chefe da Casa Brasil, mas a nossa atuação cresceu, principalmente depois da inauguração do cinema”, diz o coordenador da Casa Brasil, Pierre Dornelas.

Ao longo de quatro anos, pelo menos 1,5 mil pessoas foram capacitadas, isso sem falar nos atendimentos. No período escolar, o reforço atende de 20 a 30 crianças, semanalmente. “Para os pais, é um meio de incentivar os filhos nos estudos e também um meio de não deixar a criança sozinha em casa”, acrescenta Dornelas. Segundo ele, só a sala de cinema, aberta há três meses, já exibiu filmes para aproximadamente mil visitantes, entre crianças e adultos.

Isso sem falar no sucesso do Xbox, disponível diariamente, a partir das 11h. O videogame com tecnologia moderna é uma atração à parte, e atrai crianças e adolescentes de toda a região. “Além de manter as crianças ocupadas, o jogo é uma ferramenta importante para trazer esses jovens para dentro do centro e, assim, divulgar cursos e oficinas”, analisa.

Foi assim que os jovens Murilo de Brito, de 16 anos, e Jonatha do Ó de Souza, 17, foram atraídos para a Casa Brasil. O espaço passou a fazer parte da rotina dos dois, e não é difícil vê-los circulando por ali. “A gente tem vindo mais pra usar os computadores. Estamos estudando para o vestibular e fazemos pesquisas na internet”, conta Murilo, que mora no Distrito Industrial. Desde que a Casa Brasil foi inaugurada, ele e o colega, Jonatha, fazem questão de aproveitar tudo o que o espaço tem a oferecer, como os cursos de Montagem e Manutenção de Micro e Informática Básica, por exemplo.

Para todas as idades – E para quem acha que as novas tecnologias são um nicho que só atraem jovens, é bom prestar atenção nesta história: o comerciante Antônio Carlos Ribeiro, de 51 anos, tem uma padaria no bairro. Depois de anos fabricando o “pão de cada dia” dos moradores do Costa e Silva, ele decidiu mudar de ramo. Procurou a Casa Brasil e fez o curso de Montagem e Manutenção de Celular. “Trabalho de domingo a domingo e estou determinado a mudar de ramo. Não é uma tarefa fácil, por conta da idade, mas sou teimoso”, conta.

O instrutor do curso de Montagem e Manutenção de Celular, Alexandre Henrique, diz que Antônio Carlos é um aluno aplicado e elogia a força de vontade do comerciante. “Concluímos a turma da qual ele fazia parte há alguns dias, mas ele continua vindo para tirar dúvidas e aperfeiçoar o que aprendeu”, comenta.

Aos 17 anos, Jéssica Ellen de Lima e Tayná Vitorino também são usuárias da Casa Brasil. Atualmente, elas estão aproveitando o período de férias para realizar o curso de Produção Musical e DJ. “Foi a melhor coisa que aconteceu nas nossas férias. Além de um passatempo divertido, a gente está aprendendo algo interessante”, disse Tayná.

Cursinho para o Enem – Os estudantes que precisam de uma forcinha a mais para conseguir boa pontuação no Enem terão o apoio da Casa Brasil a partir do dia 13 de agosto. Um cursinho com aulas de matemática, português, línguas e humanas (geografia e história) será oferecido à comunidade, com vídeoaulas e monitores para tirar dúvidas. Com 50 vagas, as inscrições podem ser realizadas no local.

Estrutura e Cursos – A Casa Brasil é um espaço comunitário e gratuito que funciona como um centro de aperfeiçoamento tecnológico, de cultura, arte e lazer. Quando abriu – por meio de um convênio de dois anos da Prefeitura Municipal de João Pessoa com o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTI) –, a Casa Brasil contava com um telecentro, dois laboratórios (um de edição de vídeo e outro de montagem e manutenção de computadores) e uma biblioteca.

Após o fim do convênio com o MCTI, a PMJP decidiu manter o projeto com recursos próprios e ainda ampliou as atividades oferecidas pelo espaço. Atualmente, o lugar conta com um segundo telecentro, sala de cinema/auditório, laboratório de montagem e manutenção de celular e laboratório de produção musical e DJ. No decorrer do ano, são oferecidos cursos de Informática Básica, Montagem e Manutenção de Micro e Montagem e Manutenção de Micro, além de oficinas de Desenho Digital, Redes Sociais, DJ e Produção Musical.

Até o final do ano, a Casa Brasil deve inaugurar o curso de Panificação Industrial, por meio de uma parceria com o Senac/Senai. A estrutura já está sendo montada e vai atender à população do Costa e Silva e de bairros vizinhos. “Ainda não sabemos quantas vagas serão abertas, mas a ideia é capacitar todos que tiverem interesse. E quem não conseguir uma vaga na primeira turma, é só aguardar as seguintes”, diz Dornelas.

Serviço – O Espaço Multimídia Casa Brasil funciona no Centro de Referência Sandoval de Assis, na Rua Dr. Arlindo Correia, s/n, bairro Costa e Silva. O local fica aberto à comunidade das 8h às 18h. Mais informações pelo telefone 3218-9385.