Casarão 34 realiza festival de curtas, nesta terça-feira

Por - em 32

Unidade Cultural Casarão 34 será movimentada por cineastas, cinéfilos, estudantes, professores e demais amantes da sétima arte, a partir desta terça-feira (03), até quinta-feira (05), quando acontece o 1º Festival do Júri Popular, que acontece de forma simultânea, em 18 capitais brasileiras.

O evento, que se constitui num festival competitivo de curtas-metragens, sem júri oficial, onde o espectador vota em todas as categorias como Melhor Fotografia, Melhor Roteiro ou Ator, e não apenas Melhor Filme como acontece normalmente.

O festival é realizado pela ‘Sobretudo Produções’, e nesta capital, conta com a parceria da Divisão de Audiovisual da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), e tem o intuito de integrar a opinião de públicos de diversos lugares do Brasil e de levar o curta-metragem a platéias que teriam dificuldades ao acesso do formato. Segundo seus organizadores, a idéia não é trazer mais um novo festival com um recorte qualquer ao mar de eventos desse tipo que abraçam o cinema brasileiro atualmente. A intenção neste caso, é apresentar uma nova fórmula do público interagir com o que assiste e se sentindo parte ativa do evento.

Dezoito capitais que vão receber o 1º Festival do Júri Popular, são elas, João Pessoa, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Recife, Florianópolis, Goiânia, Belo Horizonte, Vitória, Curitiba, Fortaleza, Salvador, Brasília, Belém, São Luis, Lençóis, Teresina e Amapá.

O concorrente paraibano do festival, é o vídeo documentário ‘O Guardador’ de Diego Benevides, premiado em importantes festivais nacionais, a exemplo do ‘Cine Pe’, no ano de 2008. Diego Benevides é estudante de Comunicação Social da Universidade federal da Paraíba (UFPB).

Premiação – O festival terá como grande prêmio, cópia em 35 milímetros do Centro Técnico Audiovisual (CTAV), além de exibição antecedendo sessões mobilizadas da ‘MovieMobz’ e distribuição em festivais pelo circuito Curta o Curta.

O festival premia o melhor das categorias ‘Ficção’, ‘Documentário’, ‘Animação’, ‘Experimental’, ‘Direção’, ‘Roteiro’, ‘Fotografia’, ‘Montagem’, ‘Direção de Arte’, ‘Ator’, ‘Atriz’ e ‘Trilha Sonora’.

A Unidade Cultural Casarão 34 está localizada na Rua Visconde de Pelotas, nº.34 (Praça Dom Adauto), no Centro Histórico da capital. Mais informações pelo telefone (83) 3218-9708, em horário comercial.

Confira a programação completa

Terça-feira (03), 19h – Sessão ‘Hors-Concours’ – censura 16 anos – duração de 91 minutos

‘Dossiê Rê Bordosa’, de César Cabral, animação, (SP)
‘Câmara Viajante’, de Joe Pimentel, documentário, (CE)
‘Romance 38’, de Vinícius Casimiro e Vitor Brandt, ficção, (SP)
‘Engano’, de Cavi Borges, ficção, (RJ)
‘Dreznica’, de Anna Azevedo, documentário, (RJ),
‘Os Filmes que Não Fiz’, de Gilberto Scarpa, ficção, (MG)

Quarta-feira (04), 15h – Mostra Competitiva 1 – censura 12 anos – duração de 73 minutos

‘Blackout’, de Daniel Rezende, ficção, (SP)
‘Minha Tia, Meu Primo’, de Douglas Soares, documentário (RJ)
‘Olhe Para Nós’, de Felipe Barros e Luise Weiss, experimental, (SP)
‘Cidade do Tesouro’, de Célio Franceschet, ficção, (SP)
‘O Guardador’, de Diego Benevides, documentário, (PB)
‘Terra’, de Sávio Leite, animação, (MG)
‘Loucos de Futebol’, de Halder Gomes, documentário, (CE)

Quarta-feira (04), 17h – Mostra Competitiva 2 – censura 14 anos – duração de 96 minutos.

‘Minami em Close-up – A Boca em Revista’, de Thiago Mendonça, documentário, (SP)
‘Beijo Francès’, de Paulo F. Camacho, ficção, (RJ)
‘No Tempo de Miltinho’, de André Weller, documentário, (RJ)
‘Noite de Serão’, de Fernando Secco, ficção, (RJ)
‘A Armada – O Outro Lado do Descobrimento’, de Ric Oliveira, animação, (SP)
‘A Mulher Biônica’, de Armando Praça, ficção, (CE)

Quarta-feira (04), 19h – Competitiva 3 – livre – 96 minutos de duração

‘Cães’, de Adler Kibe Paz e Moacyr Gramacho, ficção, (BA)
‘X Coração’, de Lisandro Santos, animação, (RS)
‘Nem Marcha Nem Chouta’, de Helvécio Marins Jr., experimental, (MG)
‘Tira os Óculos e Recolhe o Homem’, de André Sampaio, ficção, (RJ)
‘Eu e Crocodilos’, de Marcela Arantes, ficção, (SP)
‘Coda’, de Marcos Camargo, experimental, (SP)
‘Pretinho Babylon’, de Cavi Borges e Emílio Domingos, ficção, (RJ)

Quinta-feira (05),15h – Competitiva 4 – censura 12 anos – 94 minutos de duração

‘A Cidade Cargueiro’, de Aline Frey, ficção, (BA)
‘Casa de Máquinas’, de Daniel Herthel e Maria Leite, animação, (MG)
‘O Vampiro do Meio-Dia’, de Anita Rocha da Silveira, ficção, (RJ)
‘Clinch’, de Estevan Santos, ficção, (SP)
‘Retratos da Vó Ana’, de Patrícia Francisco, experimental, (SP)
‘Landau 66’, de Fernando Sanches, ficção, (SP)
‘Um Dia Bom Para Nadar’, de Jose Eduardo Limongi, ficção, (RJ)
‘Tarabatara’, de Júlia Zakia, documentário, (SP)

Quinta-feira (05), 17h – Competitiva 5 – censura 12 anos – 92 minutos de duração

‘Poliedro’, de Felipe Moraes, ficção, (SC)
‘A Espera’, de Fernanda Teixeira, ficção, (RJ)
‘Café com Leite’, de Daniel Ribeiro, ficção, (SP)
‘Passo’, de Alê Abreu, animação, (SP)
‘A Garrafa do Diabo’, de Fernando Coimbra, ficção, (SP)
‘O Guarani’, de Cláudio Marques e Marília Hughes, documentário, (BA)

Quinta-feira (05), 19h – Competitiva 6 – censura 12 anos – duração de 99 minutos

‘Hiato’, de Vladimir Seixas, documentário, (RJ)
‘Saltos’, de Gregório Graziosi, experimental, (SP)
‘Os Sapatos de Aristeu’, de Renè Guerra, ficção, (SP)
‘Voltage’, de William Paiva e Filippe Lyra, animação, (PE)
‘Muito Além do Chuveiro’, de Poliana Paiva, documentário, (RJ)
‘Bibliofagia’, de Renato Cunha, ficção, (DF)
‘Que Cavação É Essa?’, de Estevão Garcia e Luís Rocha Melo, ficção, (RJ)