Casarão 34 recebe exposição do designer Francc Neto

Por - em 37

A Unidade Cultural Casarão 34 recebe a partir desta quarta-feira (3) a exposição ‘Poran’ do artista plástico e designer Francc Neto. A abertura do evento acontece às 19h, quando será apresentado um vídeo que retrata o processo de criação utilizado pelo autor.

A exposição, que fica em cartaz até o próximo dia 17, traz objetos, esculturas e fotografia, enfatizando a presença do fogo, da ferrugem e do papel fotográfico como elementos básicos de todo o seu processo de criação.

Segundo o autor, o títlulo ‘Poran’ sugere uma espécie de conceito criado pelo próprio artista que pode significar acaso, imprevisibilidade, desconhecido. Para Francc Neto, “o que importa é fazer algo que emane de uma experiência estética onde os trabalhos expostos formem uma comunidade de seres plásticos compondo todo o espaço da Galeria do Casarão 34, perfazendo a unidade da diversidade de formas, cores e texturas dos materiais: chapas enferrujadas, fibras de madeiras queimadas, pigmentos e resinas”.

Sobre o edital de ocupação, para o qual foi selecionado para esta exposição, o artista revela que se trata de uma forma diferenciada de seleção. “Isso reforça os critérios existente numa instituição pública, que se interessa pela qualidade do artista. É uma forma que se diferencia da seleção feita através de convites, não desmerecendo esta última, mas ressaltando a importância do seu trabalho passar por uma curadoria, responsável pelo exame das propostas”.

O artista lembra ainda a sua participação no Salão Municipal de Artes Plásticas (Samap). “Um evento como o Samap, que eu considero como um dos melhores salões nacionais, sinaliza o destaque da região Nordeste nessa área, no qual eu participei em 2003 e na última edição. Para mim, é um dos eventos que consolida o nome dos artistas participantes, o que reforça a visibilidade dos trabalhos. Isso eleva o nível da produção plástica paraibana, criando desta forma uma identidade própria. As instituições possuem um papel essencial nesse processo”.