Central de Agricultura recebe seis veículos novos da PMJP

Por - em 21

O prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, entregou no final da manhã desta quinta-feira (30) os seis veículos destinados à Central de Comercialização de Agricultura Familiar (Cecaf). A solenidade foi no pátio do Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria, onde estão o caminhão Worker, a camionete S10, um Celta e três motoclicletas.

A Cecaf está sendo construída na Avenida Hilton Souto Maior, no José Américo, em terreno de propriedade do Município. O investimento total da obra, que conta com a parceria do Governo Federal através do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), é na ordem de R$ 1.920.000,00, sendo que R$ 530.000,00 são recursos da Prefeitura de João Pessoa (PMJP).

O objetivo é promover a autonomia e a apropriação de renda real dos agricultores familiares quanto à comercialização de seus produtos, isto é, oferecer condições de escoamento da produção sem a presença do intermediário.

O prefeito Luciano Agra reiterou a disposição da PMJP de acompanhar toda a gestão e funcionamento da Cecaf. “Mais do que construir, mais do que equipar, como nós já estamos fazendo, precisamos fazer funcionar esse processo produtivo; precisamos erradicar o atravessador que compra a mercadoria por preço humilhante ao produtor, e revende ao consumidor por preços às vezes abusivos”, alertou.

Para o secretário do Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Lucius Fabiani, a PMJP tem assumido atitudes ousadas em todos os segmentos da gestão, principalmente no setor de abastecimento alimentar. “Reformamos os principais mercados públicos e, agora, incrementamos a produção agrícola familiar para fazer parte dessa rede de economia”, disse.

Já Luiz Sena, representante do Colegiado dos territórios da Zona da Mata Sul, do qual fazem parte 13 municípios, inclusive a Capital, destacou a importância da Cecaf e o papel da PMJP no fomento e fortalecimento da agricultura familiar. “A PMJP foi pioneira nessa ação, que vai beneficiar diretamente mais de mil agricultoras e agricultores familiares”.