Centro Cultural Parque Casa da Pólvora apresenta musical ‘Eternamente Bibi’ nesta terça-feira

Por Adriana Crisanto - em 273

O Centro Cultural Parque Casa da Pólvora apresenta nesta terça-feira (10), a partir das 20h, o espetáculo “Eternamente Bibi”. A entrada é gratuita e a classificação é livre. O musical é interpretado pelo ator paraibano Romildo Rodrigues. A iniciativa é do projeto AnimaCentro da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da sua Fundação Cultural (Funjope).

O musical é dirigido por Maria Rita, com texto de Geraldo Fidelis e rende uma homenagem a cantora Bibi Ferreira, falecida em fevereiro de 2019, no Rio de Janeiro, vítima de uma parada cardíaca. A escolha por Bibi Ferreira, segundo o ator Romildo Rodrigues, se deu por sua inquietação na arte do transformismo.

“Trabalho há 16 anos com espetáculos transformistas, que naquela época não eram valorizados. E a vontade de interpretar a grande dama do teatro brasileiro já vem de anos atrás, mas agora juntei uma equipe para fazer o espetáculo em homenagem as grandes divas”, afirmou.

No espetáculo o ator canta e ao mesmo tempo dubla músicas das décadas de 1960, 1970 e 1980. O musical começa com a canção Gota D´água (Chico Buarque), A noite do meu bem, passando por “Piaf” e outras. “Mas, não é apenas um espetáculo de dublagem, pois possui textos escritos pelo mineiro Geraldo Fidelis. É um espetáculo também biográfico, não falo apenas da Bibi, mas das canções que marcaram a vida dela e dou umas pinceladas nas cantoras que marcaram época, como Dolores Duran”, explicou o ator.

A caracterização da personagem é realizada por seu irmão gêmeo Romilson Rodrigues. “É tudo muito minucioso, onde eu saio literalmente da minha zona de conforto”, disse o ator. O espetáculo termina com o anúncio do próximo musical que será com atriz Marília Pêra, como nos revelou Romildo.

A montagem conta com a iluminação e Italo Romany, sonoplastia de Bruno Delfino, contra-regra de Robson Oliver e supervisão de Sidney Rufino.

Quem foi Bibi Ferreira? – Abigail Izquierdo Ferreira, mais conhecida como Bibi Ferreira, nasce e morreu no Rio de Janeiro (1922/2019). Foi apresentadora, atriz, cantora, compositora e diretora brasileira. De ascendências portuguesa e espanhola, era filha do ator brasileiro Procópio Ferreira e da bailarina argentina Aída Izquierdo.

Romildo Rodrigues – É paraibano e aos 13 anos de idade foi contagiado pelo teatro. Participou dos cursos de iniciação teatral promovidos no Núcleo de Teatro Universitário (NTU) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), que acontecia no Teatro Lima Penante, no centro da capital. Por lá passou boa parte de sua adolescência se dedicando aos estudos e a prática teatral. Com 16 anos participou do primeiro espetáculo “Pluft, O Fantasminha”, com direção de Gabriel Filho. Aos 19 anos é aprovado para a graduação em Artes Cênica da UFPB, onde se envolveu com os grupos de extensão universitária, principalmente, artes cênicas, motivo este que levou o ator a decidir não prosseguir com a vida acadêmica.

AnimaCentro – As atividades que acontecem no Centro Cultural Parque Casa da Pólvora estão inseridas nas ações culturais do projeto AnimaCentro, que oferece programação cultural gratuita e tem o objetivo de fortalecer as artes, valorizar os artistas locais e o popularizar os espaços históricos revitalizados. O projeto acontece em vários polos da cidade.

Serviço:

PROJETO PÓLVORA CULTURAL

Atração: Espetáculo “Eternamente Bibi”

Terça-feira (10)

Hora: 20h

Local: Centro Cultural Parque Casa da Pólvora

Entrada gratuita

Classificação Livre