Centro de Hemodiálise do Santa Isabel começa a funcionar no próximo semestre

Por - em 414

A partir do próximo semestre, a cidade de João Pessoa contará com o Centro de Hemodiálise do Hospital Municipal Santa Isabel (HMSI). A unidade será a única da rede pública a atender pacientes renais crônicos na Capital. A autorização da ordem de serviço para a implantação do setor foi assinada nesta segunda-feira (7) pelo prefeito Luciano Agra, que também anunciou a instalação de uma unidade para realização de transplantes de rim que deverá funcionar no próprio hospital. Serão investidos no novo setor recursos na ordem de R$ 4,8 milhões, incluindo obras e aquisição de equipamentos.

“É com muito orgulho que autorizo o início das obras para a instalação desse serviço na rede municipal. Não se podia conceber uma capital do Estado sem um centro de hemodiálise e com atendimento apenas restrito a rede privada. Agora vamos contar não só com um serviço de qualidade, como criar condições para que os pacientes renais possam também ter acesso ao transplante, se necessário, no próprio Hospital Santa Isabel”, destacou o prefeito.

A expectativa é que o Centro de Hemodiálise deverá começar a funcionar em cerca de 120 dias. “Este é um prazo que pedimos a construtora para poder atender o mais rápido possível os pacientes que precisam do tratamento. Isso, mesmo para uma unidade que irá contar com instalações complexas e equipamentos que vão permitir, por exemplo, o reaproveitamento da água”, completou Luciano Agra.

Transplante – A secretária de Saúde do Município, Roseana Meira, ressaltou que a nova unidade do Hospital Santa Isabel tem uma extrema relevância social. “Nós sabemos que o dia a dia do tratamento de pacientes renais crônico é de muitas dificuldades. Vamos poder realizar um atendimento em que a perspectiva é que esses pacientes possam sair da hemodiálise e, se for o caso, poder fazer um transplante também no hospital”, disse ela.

Roseana Meira explica que já estão em reformas o bloco cirúrgico e a Unidade de Terapia Intensiva para que o serviço de transplantes também venha a ser implantado ainda este ano. “Na Paraíba existem atualmente 480 pacientes de hemodiálise e 260 só em João Pessoa”, afirmou.

Para serem atendidos pelo Centro de Hemodiálise do Santa Isabel, esses pacientes terão que ser encaminhados pela Central de Regulação. O paciente precisa procurar uma Unidade de Saúde da Família (UFS), onde será cadastrado e, caso seja necessário, será encaminhado à unidade de hemodiálise do HMSI.

Equipe – A médica nefrologista Talita Alencar, responsável pelo Centro de Hemodiálise, explica que o serviço, que irá atender mais de 200 pacientes por mês, também contará com a atuação de uma equipe multidisciplinar, formada por nutricionistas e psicólogos. No total, serão 50 profissionais, incluindo sete nefrologistas; além deles, também irão trabalhar enfermeiros e técnicos de enfermagem que passaram por qualificação no procedimento da hemodiálise. A unidade irá dispor de 35 máquinas e irá funcionar nos três turnos.