Centro Intergeracional será entregue no Expedicionários, na quarta-feira

Por - em 36

A partir desta quarta-feira (11), a cidade de João Pessoa passará a contar com um órgão onde as pessoas poderão realizar atividades artístico-culturais, lazer, educação, beleza, informática, saúde, literatura, comunicação, cidadania, teatro, cinema, economia solidária etc. Isso vai ocorrer a partir da inauguração do Centro de Referência Intergeracional ‘Sinhá Bandeira’, às 15h daquele dia, na Avenida Capitão João Freire, 218, Expedicionários, com a presença do prefeito Ricardo Coutinho (PSB).

O secretário de Desenvolvimento Social (Sedes), Alexandre Urquiza, explica que a iniciativa demonstra a preocupação da atual gestão em proporcionar ações que venham a beneficiar o público de todas as faixas etárias, com um foco especial na terceira idade.

“O município de João Pessoa é o terceiro do País em número de idosos e isso torna o poder público responsável pela viabilização de espaços que possibilitem a melhoria da qualidade de vida dessas pessoas, que já deram tanto de si ao longo da vida e que agora fazem jus a locais adequados para a utilização de seu tempo livre. Entramos no calendário ‘Viaja Mais Melhor Idade’, e esta é mais uma justificativa para ampliar a assistência a pessoas da melhor idade, pois é tratando bem os nossos que atrairemos a atenção e a visitação dos outros”, explica o secretário.

Ele lembra ainda que a ação não demandou maiores investimentos, já que no local funcionava o Centro de Referência de Juventude com o mesmo nome. “O investimento está sendo principalmente nas atividades realizadas por profissionais que já prestam um excelente trabalho a Prefeitura de João Pessoa e a Sedes”, observa.

A expectativa é que cerca de 300 pessoas circulem pelo Centro Intergeracional todos os dias. A unidade será coordenada pela atriz de teatro paraibana Soia Lira. Na programação de inauguração estão previstas exposições de máscaras e quadros, figurinos e adereços customizados da ‘boutique solidária’, finalizando com a apresentação de um sarau poético com Marcélia Cartaxo, Soia Lira, Sebastião Formiga, Cassandra Figueiredo, Holanda Pequeno e José Elias, os dois últimos do Grupo de Idosos de Mandacaru, assistido pela política de atenção à pessoa idosa da Sedes.