Centro Intergeracional vai inscrever para cursos a partir de segunda-feira

Por - em 29

Será aberto na próxima segunda-feira (16), o período de inscrições para os diversos cursos oferecidos pelo Centro de Referência Intergeracional ‘Sinhá Bandeira’, localizado na Avenida Capitão João Freire, 218, no bairro dos Expedicionários.

O espaço, inaugurado pelo prefeito Ricardo Coutinho (PSB) na tarde destra quarta-feira (11), vai disponibilizar cursos e oficinas de teatro, cinema, dança, artesanato e atividades culturais diversas. “Esse centro busca um novo conceito, que é possibilitar o encontro de gerações, trabalhando a dinâmica da juventude com a experiência dos idosos. É um local de convergência e aprendizado, que significa ainda a ampliação do projeto de políticas públicas voltadas para o social. A Prefeitura tem realizado muito nesse sentido, construindo praças, centros de referência da juventude, clube da pessoa idosa”, enfocou o prefeito.

Soia Lira, coordenadora do Centro, explicou que para fazer a inscrição o interessados deve procurar a secretaria do órgão, nos horários da manhã (8h às 12h) e tarde (14h às 18h), e preencher uma ficha. Cada turma terá em média 40 pessoas e os cursos duram pelo menos três meses. Entre os cursos disponíveis estão: hip hop, bijuterias, beleza, cerâmica, poesia, máscaras em papel machê, entre outros.

A expectativa do secretário de Desenvolvimento Social (Sedes), Alexandre Urquiza, é que cerca de 300 pessoas passem pelo Centro diariamente. “A reforma do prédio foi custeada integralmente pelo Governo Municipal. São sete salas de aula, com toda a estrutura necessária, e serão instaladas duas boutiques solidárias para servir de pontos de exposição e venda de artigos produzidos pelos alunos. Ainda teremos como ministrante de uma das oficinas a atriz Marcélia Cartaxo, conhecida nacionalmente”, enumerou o secretário.

A solenidade de inauguração do Centro de Referência Intergeracional ‘Sinhá Bandeira’ contou com várias apresentações culturais, como a quadrilha da melhor idade ‘Arco-Íris’, do bairro de Mangabeira; a poetisa Iolanda Pequeno, o poeta José Elias e um roteiro poético recitado por professores da instituição.