Centro Pop realiza ação social e preventiva de saúde para moradores em situação de rua

Por Fátima Sousa - em 446

O Centro Especializado Para População em Situação de Rua (Centro POP), promoveu nesta quinta-feira (16), uma ação de auto-cuidado e prevenção ao câncer de próstata com homens em situação de rua. O evento integra a programação alusiva ao Novembro Azul e ocorreu no horário de 9h às 11h, no hall da unidade, na Rua 13 de Maio, 508, Centro.

No momento, o Centro Pop acolhe 63 homens em situação de rua, diariamente. Os presentes tiveram acesso a atividade de musicoterapia, ginástica laboral, aferição de pressão arterial, Vacinação contra H1N1, testes de HIV Aids, Sífilis, Hepatite B e C, entre outros serviços.

Ao final, uma “Mesa Saudável”, com orientações sobre prevenção e auto-cuidados para evitar o câncer de próstata e demais serviços de assistência básica da saúde e segurança humana. Também um momento descontraído, com a distribuição de kits de higiene pessoal.

O Centro Pop é unidade da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), sob a coordenação da Diretoria de Assistência Social (DAS). O coordenador da unidade, José Marcelo dos Anjos Souza, explica a atividade, que considera de extrema relevância para a população em vulnerabilidade social. “É uma ação intersetorial, de políticas públicas. Na realidade queremos romper com o estigma da masculinidade que erroneamente induz aos homens evitarem de fazer o exame de próstata ”, alega Marcelo.

A proposta da gestão, segundo ele, é prestar a assistência integral aos moradores em situação de rua. “São pessoas que vivem em alta vulnerabilidade social”, admite o coordenador.

Atualmente o Centro Pop acolhe cerca de oitenta pessoas, entre idosos e idosas, jovens e adultos, cujo endereço são os logradouros públicos. Abre diariamente às 8h e fecha às 17h, com acolhimento, servindo um café da manhã. Às 13h serve o almoço e jantar a partir das 16h.

No próprio centro é liberado atividade de higienização, com banho e descanso nos alojamentos masculino e feminino. “Nossa equipe técnica trabalha com a meta de sociabilidade, afetividade e incentivos a novos projetos de vida”, diz Marcelo. O Centro trabalha com dois serviços especializados para pessoas em situação de rua, um interno e outro externo.

O externo é especializado em abordagem social. A equipe faz o atendimento direto às pessoas em vulnerabilidade social que estão nas ruas. O público interno recebe, diariamente, atendimento individual e/ou em grupos através de uma equipe técnica social, formada por uma pedagoga, assistente social e educadores sociais. O atendimento social normalmente é realizado através de oficinas educativas em grupo de segunda a sexta-feira.

Centro Pop – O Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua ( Centro Pop), previsto pelo Decreto nº 7.053/2009 e na Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais, constitui-se em unidade de referência da PSE de Média Complexidade, de natureza pública e estatal, cujo serviço é ofertado para pessoas que utilizam as ruas como espaço de moradia e/ou sobrevivência.