Cerca de mil alunos do ProJovem devem participar de caminhada pela paz

Por - em 36

O Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem) realiza neste domingo (28), a partir das 7h, a ‘I Caminhada da Paz do ProJovem’. A concentração acontece na Praça de Iemanjá, no bairro do Cabo Branco. O percurso termina na Praça da Paz, no bairro dos Bancários. A Caminhada deverá reunir cerca 1.000 pessoas entre alunos, educadores e parceiros do Programa.

Segundo a coordenação do ProJovem, esta atividade tem como objetivo reunir todos os alunos que formam a terceira turma do Programa, em João Pessoa, em torno da temática da busca pela paz.

“Faz parte da metodologia do ProJovem não apenas formar alunos concluintes do ensino fundamental, mas formar cidadãos conscientes e preparados. Atualmente, a busca pela paz tem se tornado incessante na nossa sociedade e atividades como essa inserem nossos alunos também nessa luta”, comentou Edna Araújo, apoio pedagógico do ProJovem.

“Também faz parte do nosso objetivo ao realizar essa atividade mobilizar a comunidade em geral para essa luta pela paz. Nós devemos passar, inclusive, por localidades onde a violência é crescente, o que torna mais importante realizar mobilizações por um João Pessoa mais pacífica”, explicou Edna Araújo.

Aulas- A terceira turma do ProJovem começou suas atividades no dia 01 de outubro, e inicialmente estão sendo ministradas aulas em 24 escolas da rede municipal de ensino. Nessa primeira fase do Programa os alunos estão sendo formados na educação básica, correspondendo ao ensino fundamental, e em seguida os alunos passaram para a etapa de iniciação profissional.

O programa é executado pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (Sedec). O objetivo é promover atividades de formação integral, que compreendem disciplinas do ensino fundamental, aulas de inglês, de informática, aprendizado de uma profissão e atividades sociais e comunitárias.

O ProJovem Municipal desenvolve suas atividades em 26 núcleos, coordenados por quatro Estações Juventude. Nesses núcleos são atendidos cerca de 4,5 mil jovens. Cada aluno, como forma de incentivo, recebe um auxílio de R$ 100 por mês, desde que tenha 75% de freqüência nas aulas e cumpra as atividades programadas.