Cerca de mil estudantes abraçam a Lagoa no II Encontro pela Paz

Por - em 35

Com lenços brancos e caras pintadas, cerca mil alunos da rede municipal de ensino de João Pessoa participaram na tarde desta sexta-feira (23) do II Encontro pela Paz, promovido pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria de Educação (Sedec). Ao final do ato público, que contou com a presença de estudantes, professores, servidores municipais e autoridades convidadas, todos os participantes deram um abraço simbólico na Lagoa do Parque Solon de Lucena.

A mobilização teve como proposta sensibilizar toda a sociedade da necessidade de difundir a cultura da paz. “Pedimos segurança em todos os setores da sociedade, principalmente nas escolas, com políticas públicas contra a violência. Infelizmente a violência começa a atravessar os muros de algumas escolas”, disse a secretária de Educação, Ariane Sá.

Ela informou que a Sedec desenvolve nas escolas do município ações buscando transformar as crianças em multiplicadores da paz. E revelou que esse não foi o primeiro evento voltado para a paz. Em 2008, a Secretaria realizou o I Encontro da Paz, no Esporte Clube Cabo Branco, reunindo centenas de alunos de escolas municipais.

Para Fátima Pimentel, secretária da Escola Municipal Santa Angela, que funciona no bairro do Cristo, é importante a realização de manifestações em defesa da paz. “Há cerca de um mês estamos trabalhando o tema paz em nossa escola, promovendo palestras, apresentações teatrais e musicais. O respeito e a harmonia na escola estão se fortalecendo a cada dia, e os alunos levam essa experiência no relacionamento com a família”, destacou.

Já a professora Clécia Vasconcelos Arantes, da Escola Municipal Professor Dumerval Trigueiro Mendes, considera importante esse ato público contra a violência, como forma de romper a aceitação quanto a agressões, de qualquer tipo, na sociedade. “É válido parar e falar sobre a paz, pois contribui para conscientizar mais os alunos”, acredita.

A vice-presidente do Instituto de Previdência do Município (IPM), Paula Frassinete, que participou do ato público, elogiou a iniciativa e lembrou que todos precisam fazer a sua parte para defender a paz e pedir mais segurança em todos os âmbitos da sociedade.