Chico Viola faz show na Estação em homenagem ao Nacional da Poesia

Por - em 57

Para comemorar o Dia Nacional da Poesia, neste sábado(14), a Estação Ciências, Cultura e Artes, os poemas de Augusto dos Anjos vão dá a tônica do final de tarde com a interpretação musical do artista Chico Viola, a partir das 17h30, no anfiteatro. A entrada é gratuita.

Viola dos Anjos é o nome do CD que Chico Viola lançou em 2002 com 15 poemas de Augusto dos Anjos que viraram melodias como “A árvore da serra”, ‘Psicologia de um vencido’ e ‘Alucinação a beira mar’.

Como já disse a Mestra em Literatura, Nara Limeira, o músico Chico Viola é poeta por excelência. Tem se mostrado na cena musical como um criador que leva ao extremo o ofício de sê-lo. Propõe um pensar o mundo pelos olhos da arte que reinventa a vida. Recria o cotidiano através de um jeito alternativo de conviver com o caos urbano no terceiro milênio.

“Com uma dicção própria, Chico Viola traz uma proposta musical que reafirma o que o poeta diz em palavras e poesia. Sua musicalidade entrelaça as canções, formando um único Eu e construindo a trilha sonora do livro deixado por Augusto dos Anjos. Se você pensa que a boa música de Chico Viola reveste a poesia de Augusto com a melhor pele, engana-se. Ao contrário, a música de Chico Viola desnuda Augusto dos Anjos”, definiu Nara Limeira.

Dia da Poesia – 14 de março é considerado o Dia Nacional da Poesia criado em homenagem ao dia do do poeta brasileiro Castro Alves (1847-1871).Castro Alves ficou conhecido como o “poeta dos escravos”, pois lutou grandemente pela abolição da escravidão. Além disso, era um grande defensor do sistema republicano de governo, onde o povo elege seu presidente através do voto direto e secreto.

Sua indignação quanto ao preconceito racial ficou registrada na poesia “Navio Negreiro”, chegando a fazer um protesto contra a situação em que viviam os negros. Mas seu primeiro poema que retratava a escravidão foi “A Canção do Africano”, publicado em A Primavera.