Chuva não diminui a animação nos shows de Biliu e Pinto do Acordeon

Por - em 37

Os shows de Pinto do Acordeon e Biliu de Campina atraíram grande público à Praça Antenor Navarro, na noite do sábado (28). Nem a chuva atrapalhou a festa na véspera de São Pedro promovida pela Prefeitura de João Pessoa no Centro Histórico, através da Funjope.

Além do forró autêntico, que seguiu pela madrugada, o público também prestigiou as atrações no Largo de São Pedro Gonçalves. Lá, na Tenda do Cordel, passaram os grupos Afoxé Orim Axé, tocando canções que expressavam a força da natureza; o declamador Mestre Chico Pedrosa, o mestre Jandara com a Barca Santa Maria e o trio Chamego Quente com o genuíno forró pé-de-serra.

No palco da Praça Antenor Navarro, Pinto do Acordeon começou o show pontualmente às 21h, com banda completa e duas sanfonas que deram mais volume ao forró, colocando todo mundo pra dançar com antigos e novos sucessos. O sanfoneiro fez homenagem a Sivuca, tocando “Feira de Mangaio”, e parabenizou os organizadores da festa pela escolha das bandas que por lá passaram, prestigiando o chamado “forró pé-de-serra”.

Biliu de Campina, um seguidor de Jackson do Pandeiro que deixou a carreira de advogado para resgatar o “forró de raiz”, também parabenizou o elenco montado pela Funjope e disse que a Paraíba tem história quando se trata de manter viva a boa música local. “Parabéns a essa turma maravilhosa da Prefeitura de João Pessoa que sabe valorizar não só a prata como o ouro da casa”. Biliu também homenageou Sivuca, repetindo “Feira de Magaio”, e destacou nomes como “As Bastianas”, Clã Brasil, Escurinho e Adeildo Vieira. “Essa turma nova eu assino embaixo”, confirmou.

O aposentado Severino Dias disse que o bom forró é aquele “na base da chinela”, referindo-se ao forró tradicional. Parabenizou o Governo Municipal pela qualidade das bandas e disse que esteve presente nos principais dias de show no Centro Histórico. “Isso aqui está uma beleza”, comentou. Para a assistente social Rafaela Rodrigues, 24 anos, a Funjope, com uma programação voltada mais para o forró tradição, deu oportunidade ao jovem que não saiu de João Pessoa de conhecer compositores e músicas tradicionais de um tipo de forró que muitos não conhecem. “É muito legal. Eu estou adorando e meus amigos também”.

Atração nacional
– No palco do Conventinho, uma boa platéia, em sua maioria de jovens e famílias com crianças, aplaudiu as quadrilhas que se apresentaram. Como atração nacional o público ouviu e dançou ao som do carimbo, maçarico, xote e forró tocados pelo grupo de Tradições Folclóricas do Pará – Moara.