Cine Estação França é retomado com filme O Batedor de Carteiras

Por - em 44

O projeto ‘Cine Estação França’, realizado na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Arte, será retomado nesta quinta-feira (18) com a projeção digital do filme ‘O Batedor de Carteira’- Pickpocket (França,1959), considerado um dos destaques da história do cinema. As sessões de cinema francês contemporâneo acontecem no auditório, sempre às 19h, uma vez em cada mês, com entrada franca. Todos os filmes são legendados e haverá um debate ao final de cada exibição.

O projeto, que teve início no ano passado, é resultado de uma parceria entre a Estação Cabo Branco, Cinemateca da França e Aliança Francesa. Paralelo ao ‘Cine Estação França’, está sendo realizada no segundo pavimento da Torre Mirante, a mostra didática e científica da Aliança Francesa de João Pessoa, ‘Os Espaços –Tempos do Brasil’, que pode ser conferida até o próximo dia 28.

A exposição é resultado de um trabalho de cooperação entre a França e o Brasil, baseado em conceitos e conhecimentos de geógrafos, economistas e especialistas em ciência política e relações internacionais. São documentos inéditos, ou raramente apresentados, atualizados com os últimos dados disponíveis. Os mapas e os diagramas são baseados nas contribuições da escola francesa de semiologia gráfica.

O Filme – ‘O Batedor de Carteiras’ (em cores, 75 min, classificação livre) tem direção de Robert Bresson. Conta a estória de Michel (Martin LaSalle), um jovem que começa a bater carteiras por prazer e pela emoção do roubo, o que acaba virando uma compulsão. Ele é preso, percebe o choque que isso causa em sua mãe e em seus amigos e reflete sobre seus atos. Mas, depois de solto, Michel se junta a um ladrão veterano e volta ao crime. A presença de Jeanne (Marika Green), uma jovem por quem se apaixona, o faz pensar em deixar o crime, o que acontece de forma irônica. A frieza do tratamento, o rigor e os efeitos psicológicos fazem deste filme um grande clássico da escola Bresson. ‘O Batedor de Carteiras’ é inspirado em ‘Crime e Castigo’, de Dostoievski.

De acordo com a Chefe da Divisão de Programas e Atividades de programação da Estação Cabo Branco, Glaucia Azevedo, pelo menos uma vez por mês, até o final do ano, o local se torna uma parada fixa para quem quer conhecer um pouco da França. “É de grande importância divulgar o cinema europeu, especialmente porque desde o ano passado atraímos um grande número de pessoas, tanto os cinéfilos como aquelas que nunca tiveram condições de terem acesso às salas de cinema da cidade”, justificou.

O diretor geral da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Arte, Fernando Abath, disse que um dos objetivos do ‘Cine Estação França’ é apresentar e divulgar a cultura francesa com a abrangência e a diversidade de público possível, dentro da missão de difundir e popularizar a ciência, a cultura e as artes para a inclusão social. “É um projeto memorável porque é cultural e também educativo e, sem dúvidas, conhecer mais da cultura francesa é uma oportunidade para todos e todas, e não dá para ficar de fora, até porque os filmes são maravilhosos e imperdíveis”, destacou .

ESTAÇÃO FRANÇA: PROGRAMAÇÃO 2010SERVIÇO:
Filme: ‘O Batedor de Carteiras’ (França, 1959)
Dia: Quinta-feira (18)
Hora: 19h
Local: Auditório da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Arte
Entrada aberta ao público
Informações: 3214.8303/8270
Contato: 3222 6565/www.afjoaopessoa.com.br