Cine Volante divulga o programa de setembro

Por - em 44

O projeto Cine Volante, uma iniciativa da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) desenvolvida por sua Fundação Cultural (Funjope), aborda na programação do mês de setembro o tema ‘Cidadania’, com a exibição dos curtas metragens ‘Rapsódia de Absurdo’, ‘Rap, O Canto da Ceilândia’ e ‘Rua da Amargura’.

Os filmes foram produzidos nos estados de Goiás, Distrito Federal e Minas Gerais, respectivamente. Este mês, o projeto audiovisual está realizando inscrições para novos locais de exibição. As inscrições seguem até o próximo dia 22 (segunda-feira) e podem ser feitas, na sede da Funjope no período da tarde, a partir das 15h, com o servidor Geovânio. O formulário de cadastro também está disponível no endereço eletrônico: divisaodeaudiovisual@yahoo.com.br.

Sinopses – O filme ‘Rapsódia de Absurdo’, lançado em 2006, tem direção de Cláudia Nunes e duração de 15minutos. É um documentário poético com cenas de arquivo de dois marcantes episódios de luta pela terra no campo e na cidade ocorridos no Brasil, especificamente na Fazenda Santa Luzia, em Aruanã, e Parque Oeste Industrial, em Goiânia, ambas no Estado de Goiás, cuja dimensão os transforma em exemplos universais do conflito existente entre a propriedade privada e os pobres de todo o mundo.

Já ‘Rap, O Canto da Ceilândia’ foi lançado em 2005, tem duração de 15 minutos e é dirigido por Adirley Queiroz. O filme retrata o diálogo entre quatro consagrados artistas do rap nacional, que são ‘X’, ‘Jamaika’, ‘Marquim’ e ‘Japão’, todos moradores de Ceilândia, cidade-satélite de Brasília. O curta mostra a trajetória desses integrantes no universo da música e faz um paralelo com a construção da cidade onde moram. São artistas que vêem no rap a única forma de revelar seus sentimentos e de se auto-afirmar enquanto moradores da periferia.

Em ‘Rua da Amargura’, lançado em 2003 e com 15 minutos de duração, o diretor Rafael Conde mostra dois irmãos tentando pagar as contas do dia a dia.

Novos espaços – A cada trimestre são escolhidos no máximo 15 pontos de exibição do Cine Volante em bairros da Capital. Ao final de cada temporada são escolhidos novos lugares. Além da ficha, o solicitante deve informar se disponibiliza um local adequado para projeção – escola, associação, clube, quadra esportiva, ao ar livre, em praças ou no meio da rua, além de contribuir com a divulgação do projeto no seu bairro. O formulário de inscrição deve ser entregue acompanhado de um ofício da instituição solicitante dirigido à Funjope.

Após preencher o formulário, a entidade deve encaminhá-lo à Divisão de Audiovisual até a data limite da inscrição, neste caso, a segunda-feira (dia 22). Para uma boa exibição do Cine Volante, o local deve disponibilizar cadeiras, bancos ou arquibancadas e, além disso, dispor de uma sala escura ou ambiente adequado à realização do projeto. No caso de exibições na rua ou em praças, deve-se providenciar o desligamento do poste da rua, além de fornecer um ponto de luz para instalação do equipamento de exibição.

O que é – O Cine Volante é um projeto que acontece desde o segundo semestre de 2005 em vários pontos de João Pessoa, já tendo circulado por pelo menos 65 localidades, com a exibição de vários filmes de curta-metragem, principalmente de realizadores paraibanos.
A programação é escolhida pela Divisão de Audiovisual da Funjope, a partir da seleção de filmes de curta metragem para compor um programa temático. A cada mês é escolhido um tema e a ele são inseridos curtas-metragens brasileiros.

Mais informações na sede da Funjope, localizada na Praça Antenor Navarro, no Centro Histórico da Capital, ou pelo telefone 3218-9707, em horário comercial.

Programação

Quarta-feira (10) – Escola Municipal Aruanda, no Bancários, às 19h30.

Sexta-feira (12) – Escola Municipal Presidente João Pessoa, no Jardim Veneza, às 19h30.

Terça-feira (16) – Escola Municipal João XXIII, no Alto do Mateus, às 19h.

Quarta-feira (17) – Escola Municipal Menino Jesus, em Tambiá, às 19h30.

Quinta-feira (18) – Autarquia Municipal Especial de Limpeza Urbana (Emlur), no Bairro dos Estados, às 17h30.

Terça-feira (23) – Escola Municipal Ernani Sátyro, no bairro Ernani Sátyro, às 19h30.

Quarta-feira (24) – Escola Municipal Ministro Castro Alves, no Funcionários I, às 19h30.

Quinta-feira (25) – Associação dos Moradores do Jardim Itabaiana, no Cristo Redentor, às 19h30.

Segunda-feira (29) – Escola Municipal Dom Helder Câmara, no Valentina Figueiredo, às 19h30.

Terça-feira (30) – Escola Municipal Padre Leonel da Franca, no Ernesto Geisel, às 20h30.