Circuito Cultural anima oito praças da Capital nesta sexta-feira

Por - em 65

A programação do Circuito Cultural das Praças desta sexta-feira (16) leva música de diferentes gêneros e grupos de cultura popular para oito espaços públicos da Capital. A realização é da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

O Circuito Cultural das Praças selecionou, através de edital público, 432 apresentações para compor uma temporada de seis meses, com início em setembro deste ano e término em fevereiro de 2012, contemplando as áreas de música, cultura popular, artesanato, audiovisual, literatura, artes integradas, teatro, circo e dança.

Bancários – A Praça da Paz recebe a partir das 19h, o show Pedaço do Sol, da artista paraibana Eleonora Falcone. Ela iniciou a carreira no Rio de Janeiro, em duo de voz e piano, passando em seguida a fazer shows com banda. Em 2000 lançou seu primeiro CD independente, ‘Apetite’. Em 2007, lançou o CD independente ‘Eu tenho um pedaço de sol que guardo comigo desde menina’.

Neste show, a intérprete será acompanhada por Anderson Mariano (guitarra e violão), Adriano Ismael (baixo) e Chiquinho Mino (percussão e bateria). A cantora vai apresentar canções de seu CD ‘Eu tenho um pedaço de sol que guardo comigo desde menina’, tais como ‘Carta de Amor’ e ‘Pedaço de Sol’ (parcerias suas com Lúcio Lins), ‘Nome na Areia’ (Paulo Ró e Águia Mendes) e ‘Ô Serena Serená’ (Odete de Pilar).

De ‘Apetite’, seu CD carioca, ela cantará ‘Michel Jackson Usa Batom’ (parceria sua com Luís Capucho), ‘Pensando em Ti’ (Herivelto Martins e David Nasser) e ‘Duas Margens’ (Chico César e Lúcio Lins). Além do repertório de seus CD’s, Eleonora cantará as inéditas ‘Dia de Reis’ (sua nova parceria com Val Velloso) e ‘Quem Parte’ (poema de Lúcio Lins musicado por Anderson Mariano e Cris), bem como ‘Depois do Amor é só Chorar’ e ‘Porta-estandarte’, de autoria do paraibano Geraldo Vandré.

Bairro dos Ipês – A Praça Coriolano Coutinho recebe às 17h a banda Brasis, que surgiu no cenário musical paraibano em maio de 2009. No repertório, versões e adaptações de clássicos da MPB, com espaços para referências regionais e influências tropicalistas, em especial, de Ney Matogrosso e Caetano Veloso. Os maracatus, cirandas e cocos também se entrelaçam com os grooves e elementos de terreiro.

Rangel – A Lapinha São Sebastião, do bairro de Cruz das Armas, é a atração da Praça da Amizade, a partir das 18h. Comandado pelo Mestre Adézio e por Giselda, que sempre se dedicaram ao movimento cultural da Rua do Rio, em João Pessoa, o grupo foi fundado em 1991 por mães do bairro de Cruz das Armas, após o término dos festejos juninos. Essa manifestação cultural conta hoje com mais de 20 participantes, com inspiração na Lapinha Jesus de Nazaré, do Mestre Maciel.

Para Adézio, a lapinha é uma denominação popular do pastoril, cuja origem remonta à colonização portuguesa. A Lapinha São Sebastião dança e canta em homenagem ao nascimento do Menino Jesus, dividindo-se em dois cordões, compostos por meninas, de cores distintas (azul e encarnado) e um cordão central composto pela junção das duas cores.

Enquanto o cordão azul pertence ao coração de Maria, sendo comandado pela Contra Mestra, é a Linda Mestra que comanda o cordão encarnado, que pertence ao coração de Jesus. Os demais integrantes compõem o cordão central, na personagem da Estrela, do Pastor, do Lindo Lírio, da Florista, da Linda Céa e da Cigana.

Varadouro – A Praça Antenor Navarro, localizada no centro histórico da Capital, será movimentada a partir das 22h com o rock experimental da banda Rieg, que surgiu na cena cultural pessoense em 2009 e tem participado de importantes eventos da música alternativa, a exemplo do ‘Grito do Rock 2010’, em Olinda e João Pessoa e no Festival Mundo 2010.

A banda, que toca composições autorais em inglês e alemão, é formada pelos músicos Michel Rieg (vocal, teclado e samplers), Nildo Gonzales (bateria) e Felipe Augusto (guitarra). As melodias vão do indie experimental-eletrônico ao pop, passeando também por inesperadas influências como a bossa nova, além de letras compostas na língua inglesa e alemã pelo vocalista alemão-norte-americano Rieg Rodig.

Cidade Verde – A Praça Encanto Verde será animada a partir das 19h pela banda Versus Livres, formada pelos músicos Túlio Cabral (baixo), Simão Mairins (bateria), Gabriel Belo (escaleta e teclado) e Afonso Barbosa (guitarra e voz). Segundo seus integrantes, a partir de um projeto autoral, o grupo trabalha o sincretismo e a sinestesia por meio da música.

Nas canções, influências diversas dão vida ao repertório. Por meio de uma vertente de rock in roll, a banda desenvolve arranjos que dialogam com ritmos como o samba, o blues, o funk e as inúmeras possibilidades da música nordestina. Nas letras, são abordados temas reflexivos sobre a condição humana. Nesse show, além de composições autorais, a exemplo de ‘A Luz de Velas’, ‘Eu sou José’ e ‘Fatos Reais’, o repertório também traz novas roupagens para músicas de Vital Farias, Nação Zumbi e Beatles.

Mangabeira – A Praça Coqueiral apresenta a partir das 19h a Lapinha Menino Deus, coordenada por Ednaldo, do bairro do Novais. Este grupo, que surgiu inspirado na Lapinha Jesus de Nazaré, do Mestre Maciel, tem se apresentado em eventos populares da cidade, como também já participou de edições anteriores do Circuito Cultural das Praças.

Tambaú – Às 19h, na Feirinha de Tambaú, acontece a apresentação do Cavalo Marinho Infantil do mestre João do Boi, que foi criado em 1967, no Bairro dos Novais, constando inclusive em registro do folclorista Câmara Cascudo. Educador nato, João do Boi nasceu em Bayeux e tem ensinado às crianças o amor à cultura popular, perpetuando os conhecimentos tradicionais do cavalo marinho através de seu espírito brincalhão.

A brincadeira representa um auto da morte do boi, onde as crianças dançam ao som de banjo, triângulo, reco e pandeiro e se apresentam figuras como o Mateus, o Birico, a Catirina, a Margarida, a burra, o urubu, o bode e o boi. Gravaram recentemente o CD ‘Cavalo Marinho e Boi de Reis na Paraíba’.

Manaíra – A Praça do Skate vai receber, a partir das 19h, o Festival Alternativo ‘Rock 4 x 4’, que chega a sua oitava edição e já se consolidou como um dos eventos mais importantes da música alternativa underground de João Pessoa, apresentando ao público as novas bandas que surgem no cenário pessoense e buscando dar oportunidade e apoio a novos agentes e expressões culturais.

Desde 2004, quando ocorreu a sua primeira edição, em cima de um trio elétrico e com o apoio apenas dos comerciantes locais, o ‘Rock 4×4’ já ultrapassou diversas etapas e obstáculos. A partir da quarta edição, o encontro passou a contar com o apoio da Prefeitura Municipal (PMJP), através da Funjope.

Confira a programação completa deste final de semana:

Sexta-feira (16/12)

Bairro dos Ipês (Praça Coriolano Coutinho) – 17h

Banda Brasis

Varadouro (Praça Antenor Navarro) – 22h

Banda Rieg

Rangel (Praça da Amizade) – 18h

Lapinha São Sebastião

Bancários (Praça da Paz) – 19h

Show Pedaço do Sol, de Eleonora Falcone

Mangabeira (Praça Coqueiral) – 19h

Lapinha Menino Deus

Tambaú (Feirinha de Tambaú) – 19h

Cavalo Marinho Infantil

Manaíra (Praça do Skate) – 19h

Festival de Rock 4 x 4

Cidade Verde (Praça Encanto Verde/ Anfiteatro João Balula) – 19h

Banda Versus Livres

Sábado (17/12)

Castelo Branco (Praça da Cultura) – 19h

Wagner Malta

Manaíra (Praça Alcides Carneiro) – 17h

Lapinha Jesus de Nazaré

Bessa (Praça do Caju) – 19h

Banda Trêmulos

Padre Zé (Praça da Conquista) – 19h

Banda Joeniña

Funcionários I (Praça Lauro Wanderley) – 19h

Banda Sex onthebeach

Jaguaribe (Praça Aquiles Leal) – 19h

Pôr do som

Funcionários II (Praça Bela) – 19h

Naiá e banda

Conjunto Residencial Gervásio Maia (Praça da Esperança) – 19h

Grupo Mixtureba

Valentina (Praça Soares Madruga) – 19h

Show Acústico de Patrícia Moreira

Alto do Mateus – 17h

Banda Dalva Suada