Circuito Cultural das Praças tem 19 atrações neste final de semana

Por - em 123

Reggae, Rock, afoxé e ciran da sã o al guns d os ritmos que marcam a volta do ‘Circuito Cultural das Praças’ nesta sexta-feira (30). No sábado (1º), o projeto continua com apresentações em hor ários variados – 17h, 19h e 22h. A realização é da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

Para esta edição do projeto foram se le cionadas 268 propostas das áreas de música, cultura popular, artesanato, audiovis ual, literatura, artes integradas, teatro e circo, além de dança. A nova temporada foi aberta em 9 de setembro, com os shows do DJ Guirraiz e d e Totonho e os Cabras. Todas as 432 apresentações programadas seguem até fevereiro de 2012, nas praças revitalizadas e construídas pela Prefeitura de João Pessoa.

Ipês – a cantora e compositora baiana Marianne Gypsy vai se apresentar na Praça Coriolano Coutinho, no B airro dos Ipês, a partir das 19h. No repertório, ela traz músicas de sua autoria, no estilo reegae roots, como “Oh Ah”, “Bob Marley”, “Mundo Cão”, “Sum Sum Sum”, “Brasil”, “Egoísmo”, “Maria Clara” e “Vento Selvagem”. Durante sua performance, também estão composições de outros grupos e artistas, a exemplo de Bob Marley, Edson Gomes, Jacob Muller, Tribo de Jah e Alfa Blonde.

Varadouro – A Banda Gauche vai levar rock, psicodelia folk-pop dos anos 60 e tendências retro-progressivas para o público da Praça Antenor Navarro, no Centro Histórico da capital, a partir das 22h. Nesse balaio de tendências, podem ser citado como referência grupos como Violeta de Outono, Moto Perpétuo, Echo and The Bunymen, Byrds e Mopho.

As músicas que serão tocadas pelos integrantes fazem parte de dois EPs já lançados, a exemplo de “Teatro de Serafins”, “Mar de Atlântida”, “Brilho” e “Mágica”, sendo todas do vocalista, violonista e tecladista Bruno Sérgio. Na formação, estão ainda Diego Carvalho (baixo e backing vocals), Luís Venceslau (guitarra) e Paulo Alves (bateria).

Rangel – O Afoxé Ya Sobha será a atração da Praça da Amizade, a partir das 18h. Essa será a primeira apresentação do grupo, que está conseguindo em prática sua proposta com o apoio do projeto ‘Circuito Cultural das Praças’. São cerca de 15 integrantes que objetivam resgatar as raízes africanas, por meio do afoxé, considerada uma expressão rara na Paraíba. Os participantes vão entoar cânticos aos orixás, em uma simbologia de resistência à escravidão. Os dançarinos e cantores se apresentam de branco e o ritmo é marcado pelos batuques de instrumentos como atabaque, agogô, maraca e jaqueta. A expressão “Ya Sobha” significa “A mãe de todas as cabeças”. O nome faz referência a Iemanjá do terreiro de Ilê Axé Ya Sobha, que fica localizado no loteamento Nova Mangabeira, em Paratibe, João Pessoa. O local faz parte da Nação Nagô, que é uma ramificação do candomblé.

Bancários – A Banda Bárbara, que se apresenta nos Bancários, a partir das 19h, surgiu em 2007, na cidade de João Pessoa. A iniciativa foi de Carol Jordão, atual vocalista, juntamente com Angel Lacerda, que na época era a baixista.  Em outubro de 2010, o grupo lançou seu primeiro álbum, intitulado “Drama, Afeto e Rejeito”. A proposta é expandir a cena do rock feminino, valorizando o trabalho autoral. A maior parte do repertório do show é autoral, incluindo algumas inéditas, como “Ampulheta (Luana Lucena)”. Também haverá interpretações de alguns artistas conhecidos, a exemplo de Rita Lee. As integrantes são Carol Jordão (vocal), Débora Gil (guitarra), Luana Lucena (bateria), e Mynne da Rosa (baixo).

Mangabeira – Na Praça Coqueiral, quem sobe ao palco a partir das 19h é a Nau Catarineta Feminina. O folguedo é uma expressão popular que retrata a prisão e libertação dos tripulantes pelo comandante da Fortaleza do Dio. Os vencedores foram os portugueses, em uma luta contra os espanhóis. No contexto original, a brincadeira é composta por homens e tem apenas uma personagem feminina, a Saloia. Já a Nau Catarineta Feminina surgiu de um grupo de mães cristãs. A primeira performance aconteceu em 25 de novembro de 1992, na Fortaleza de Santa Catarina, em Cabedelo.

Tambaú – Quem vai animar a Feirinha de Tambaú a partir das 19h é Penha Cirandeira. A artista da cultura popular começou tocando ciranda na usina Santa Helena, junto a seu pai Zé Cirandeiro. Ela é natural de Alagoa Grande, mas também já morou em Sapé. Atualmente, ela reside em Várzea Nova, onde trabalha no roçado. Ao lado da zabumba de Seu Cícero, Penha conhece muitos cantos tradicionais e também sabe fazer improvisos. Possui intimidade indiscutível com os ritmos da ciranda e do coco, sendo marca de sua personalidade a voz forte e renitente. Participou do filme “Serena Serená: os caminhos do coco de roda e da ciranda na Paraíba”, de Lorena Travassos. Do roçado ao palco, Penha Cirandeira é certamente um dos ícones mais representativos da cultura popular paraibana.

Manaíra – A partir das 19h, a Divina Comédia Humana se apresenta na Praça do Skate. A banda foi formada em 2007, trazendo nas letras e ritmos de suas composições o estilo Rock and Roll. Depois de gravar um single, o grupo paraibano lançou o primeiro CD, intitulado “Tubo de Ensaio”. Na formação, estão Anderson Oliveira (vocais/guitarra), Fabrízio Soares (guitarra), além dos músicos adicionais Ilberto Canuto (baixo) e Roberto Marques (bateria).

Cidade Verde – Na Praça João Balula, quem se apresenta a partir das 19h é o grupo Cirandeiros do Vale do Gramame. Com suas zabumbas de corda, caixas e ganzás, os integrantes estão entre os principais responsáveis pela continuidade das tradições do litoral Sul de João Pessoa. Na região do Engenho Velho e proximidades, além do coco e cirandas tradicionais, é conhecida a existência de quadrilhas juninas locais. O grupo gravou um CD recentemente, repleto de cocos e cirandas, muitas das quais de autoria própria.

Confira abaixo a programação completa deste final de semana:

SEXTA-FEIRA (30/09)

-Bairro dos Ipês (Praça Coriolano Coutinho) – 19h

Marianne Gypsy (música)

– Varadouro (Praça Antenor Navarro) – 22h

Banda Gauche (música)

– Rangel (Praça da Amizade) – 18h

Afoxé Ya Sobha (cultura popular)

– Bancários (Praça da Paz) – 19h

Banda Bárbara (música)

– Mangabeira (Praça Coqueiral) – 19h

Nau Catarineta Feminina (cultura popular)

– Tambaú (Feirinha de Tambaú) – 19h

Penha Cirandeira (cultura popular)

– Manaíra (Praça do Skate) – 19h

Banda Divina Comédia Humana (música)

– Cidade Verde (Praça João Balula) – 19h

Cirandeiro do Vale do Gramame (cultura popular)

SÁBADO (1º de outubro)

– Castelo Branco (Praça da Cultura) – 19h

Baixinho do Pandeiro (cultura popular)

– Manaíra (Praça Alcides Carneiro) – 17h

Cavalo Marinho Infantil (cultura popular)

– Bessa (Praça do Caju) – 19h

Êxodus Reggar Band (música)

– Padre Zé (Praça da Conquista) – 19h

Trio Agudos do Forró (música)

– Funcionários I (Praça Lauro Wanderley) – 19h

Despertando para a Eco Cidadania (música)

– Jaguaribe (Praça Aquiles Leal) – 20h

Flor de Macambira (teatro)

– Funcionários II (Praça Bela) – 19h

Mac Belo (teatro)

– Conjunto Residencial Gervásio Maia (Praça da Esperança) – 19h

Escola de Capoeira Afro Nagô (cultura popular)

– Valentina (Praça Soares Madruga) – 19h

Banda Mega Show (música)

– Alto do Mateus (Praça da Mangeura) – 17h

Tribal Brasil (dança)

– Estação Ciência (teatro de arena) – 17h

Allem Circo (circo)