Circuito Cultural leva atrações a 18 praças neste final de semana

Por - em 240

As fábulas de Esopo, o universo fantasioso das personagens do escritor paraibano Zé Lins do Rêgo e as trapalhadas do Palhaço Coquinho são alguns temas que povoarão os espetáculos de teatro e circo no ‘Circuito Cultural das Praças’ desta sexta-feira (14). O projeto ainda vai levar performances de dança, como o Balé Popular da UFPB, além de shows de indie rock, forró, metalcore e voz e violão a diversos bairros da Capital.

As apresentações começam em horários diferentes, às 17h, 18h, 19h e 22h. A realização é da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) e conta com a parceria da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

Ao todo, incluindo também o sábado (15), o Circuito está levando 23 atrações a 18 praças. A nova temporada começou em 9 de setembro. Até fevereiro de 2012, os logradouros revitalizados e construídos pela Prefeitura de João Pessoa vão receber 432 apresentações selecionadas em edital público, além de artistas e grupos convidados pela Sedes. Este ano, o projeto recebeu propostas das áreas de música, cultura popular, artesanato, audiovisual, literatura, artes integradas, teatro, circo e dança.

Bairro dos Ipês – A atração da Praça Coriolano Coutinho, a partir das 17h, é o espetáculo circense “A Mala do Mala”. O trabalho conta a história do palhaço gigante Coquinho que, movido por sua curiosidade, começa a mexer em uma mala. Nela, o personagem encontra estante de partitura, raquete de tênis, entre outros objetos, criando uma situação atrás da outra e dizendo que sabe usar tudo aquilo.

O processo é totalmente interativo, pois o público também é envolvido nas trapalhadas. A trama dura cerca de 50 minutos. No elenco e direção está o artista e produtor Pedro Eri, que tem domínio de técnicas de circo, a exemplo do uso de perna de pau, pirofagia e malabares. Ele atualmente atua como arte educador em escolas públicas e particulares.

Varadouro – A banda Os Reis da Cocada Preta vai levar o estilo indie rock (“rock independente”, em português) à Praça Antenor Navarro, a partir das 22h. O grupo, que está na estrada desde 2006, utiliza riffs fortes, que são progressões de acordes, intervalos ou notas musicais repetidas no contexto de uma música, formando a base ou acompanhamento. As letras contêm questionamentos e soluções. Os integrantes também fazem sonoridades mais pops e misturam tudo isso a um pouco de brasilidade.

No repertório, estão composições autorais como “Me Deixe por Favor”, “Pessimismo”, “Quebra-Cabeça” e “Esse é o Meu País”, todas assinadas pelo vocalista e guitarrista Jansen de Carvalho, o Janz. O trabalho conta ainda com a participação dos músicos Felipe Ceará (baixo), Diego Miranda (bateria) e Valter Pedrosa (guitarra).

Rangel – O espetáculo de dança “Novos Tempos” será apresentado na Praça da Amizade, às 18h. A performance, que dura 40 minutos, inclui mímica teatral e relata a dependência da disputas entre os gêneros masculino e feminino até perceberem que unidos são mais fortes do que separados. No figurino está o estilo urbano, com nuances de hip hop. A direção é assinada pela artista Preta Sam. O trabalho de pesquisa conta com o apoio da Funjope, Comissão de Cultura do Valentina Figueiredo e do Fórum da Musica de João Pessoa.

Bancários – Na Praça da Paz, o público presente vai assistir ao Balé Popular da UFPB, que apresentará o espetáculo “Encantados”, a partir das 19h.  A trama conta a história de um menino que em seu caminho encontra personagens da cultura popular e os afronta de um jeito “encantado”. A performance mostra o retrato particular das tradições nordestinas. O grupo foi criado em 1995, reunindo artistas das áreas da dança, teatro e artes plásticas, com o objetivo de investigar as diversas expressões da identidade regional.

Mangabeira O Teatro de Bonecos Vovô Juca vai levar duas tramas à Praça Coqueiral, a partir das 19h – “Pedro e o Lobo” e “O Sol e o Vento”. As histórias são baseadas em fábulas escritas pelo grego Esopo, o maior autor de contos infantis do mundo. Na primeira, um menino pastor, que passava o dia nas montanhas cuidando das ovelhinhas do seu pai, fica muito entediado com a falta de companhia e resolve contar mentiras, gritando para que o povo do vale ouvisse. Na segunda, o vento e o sol fazem uma aposta para saber quem era o mais forte. Para provar o poderio, usam um camponês que passava no local.

O grupo de artistas é formado por cinco pessoas, que vivenciam a arte cênica com o uso de bonecos, estimulando a imaginação. São mais de 15 anos na fabricação e manipulação de bonecos, com performances por todo o Brasil.

Tambaú – A banda Quebra Queixo vai levar forró à Feirinha de Tambaú, a partir das 19h. O grupo é liderado pelo músico Afonso Moreno, autor de várias composições do repertório. Nas apresentações, dependendo das solicitações do público, também são tocadas músicas conhecidas da MPB.

Manaíra – Na Praça do Skate, às 19h, será a vez da Soulscream. Fundada em setembro de 2010, traz nas “veias” o estilo metalcore, com um som mais moderno. Os músicos esbanjam guitarras com refrões melódicos e riffs rápidos sob forte influência de grupos como As I Lay Dying, Killswitch Engage e Parkway Drive.

A formação inclui os músicos Ruan Max (vocais), Bruno Braga (guitarra e vocais), Lucas Anderson (bateria e vocais), Elisson Aires (guitarra) e Philippe Jacques (baixo). Juntos, eles se preparam agora para a divulgação do seu primeiro trabalho, o EP independente intitulado “When Darkness Falls”, composto por seis faixas autorais, entre elas “Can You Feel Me?” e “Possession”, que são os dois primeiros singles da banda.

Cidade Verde – “Zé Lins – O Pássaro Poeta”, do grupo teatral Engenho Imaginário, é uma peça infanto-juvenil baseada na obra literária de Ana Maria Machado, intitulada “O Menino que Virou Escritor”. O espetáculo será encenado no anfiteatro João Balula, da Praça Encanto Verde, às 19h. Trata-se da livre adaptação e direção de Valeska Picado, que teve sua estreia em 2007, apresentando o autor regionalista brasileiro José Lins do Rego e o universo de sua obra literária por meio do encantamento da biografia encenada. O trabalho utiliza contos, manipulação de bonecos, danças e canções para lembrar alguns personagens mais marcantes do autor.

A encenação é feita pelos brincantes David Muniz, Naná Viana, Carlos Anísio e Valeska Picado. As músicas, em sua maioria, são compostas pelo maestro Carlos Anísio. O projeto foi aprovado pelo edital do Fundo Municipal de Cultura (FMC). A peça representou o Brasil no Festival Iberoamericano de Teatro para a Infância e a Juventude, que aconteceu na cidade de Santo Domingo, na República Dominicana, em novembro de 2010, com o patrocínio do Ministério da Cultura (Minc).

Convidados da Sedes – As atrações convidadas pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) também estão sendo inseridas ainda na programação do ‘Circuito Cultural das Praças’, que tem em sua maioria artistas selecionados em edital. O objetivo é promover maior visibilidade aos trabalhos desenvolvidos pelas comunidades e bairros de João Pessoa.

O grupo Respirando Arte (teatro e música) é o convidado que vai apresentar uma performance na Praça da Paz. A iniciativa é uma junção das oficinas do Centro de Atenção Psicossocial (CapsS) Caminhar, com dança, teatro, poesia e música.

Para o anfiteatro João Balula, da Praça Encanto Verde, a Sedes está levando o Kebrartes, formado por jovens que atuam há seis anos sempre em eventos comemorativos. Enquanto isso, o público também poderá assistir, na Praça Coqueiral, ao show de voz e violão do músico Walison Araújo. O artista começou sua carreira aos 16 anos de idade. Hoje é professor de teoria musical no Centro de Referência da Cidadania (CRC) do bairro e faz apresentações em barzinhos da capital.

Confira a programação completa deste final de semana:

SEXTA-FEIRA (14/10)

-Bairro dos Ipês (Praça Coriolano Coutinho) – 17h

“A Mala do Mala” (circo)

Varadouro (Praça Antenor Navarro) – 22h

Os Reis da Cocada Preta (música)

Rangel (Praça da Amizade) – 18h

“Novos Tempos” (dança)

Convidado da Sedes: Isksamba (música)

– Bancários (Praça da Paz) – 19h

“O Balé Popular” – UFPB (dança)

Convidado da Sedes: Respirando Arte (teatro e música)

Mangabeira (Praça Coqueiral) – 19h

Teatro de Bonecos Vovô Juca (teatro)

Convidado da Sedes: Walison Araújo (música)

– Tambaú (Feirinha de Tambaú) – 19h

Quebra Queixo (música)

– Manaíra (Praça do Skate) – 19h

Banda Soulscream (música)

– Cidade Verde (Praça Encanto Verde/ Anfiteatro João Balula) – 19h

“Zé Lins – O Pássaro Poeta” (teatro)

Kebrartes (teatro)

SÁBADO (15/10)

– Castelo Branco (Praça da Cultura) – 19h

Banda Clichê Vanguarda dos Santos (música)

– Manaíra (Praça Alcides Carneiro) – 17h

“Papobrinlou Esfatempou” (teatro e circo)

– Bessa (Praça do Caju) – 19h

“Marque V ou F nos Poemas de Amor” (teatro e literatura)

– Padre Zé (Praça da Conquista) – 19h

Banda Emboscada (música)

– Funcionários I (Praça Lauro Wanderley) – 19h

Curió de Bela Rosa e Zezinho da Borborema (cultura popular)

– Jaguaribe (Praça Aquiles Leal) – 19h

Nau Catarineta feminina (cultura popular)

– Funcionários II (Praça Bela) – 19h

“Cantando Histórias pelas Praças” (teatro)

– Conjunto Residencial Gervásio Maia (Praça da Esperança) – 19h

Orquestra de Vilões da Paraíba (música)

– Valentina (Praça Soares Madruga) – 19h

E-moções (dança)

– Alto do Mateus – 17h

Alê da Guerra (música)

Convidado da Sedes: Mania do Samba (música)