Circuito Cultural movimenta 19 praças de JP neste final de semana

Por - em 28

O Circuito Cultural das Praças segue movimentando a cidade neste final de semana, com uma programação ampla e diversificada que acontece em 19 espaços públicos da Capital. Mostra de cinema, música, teatro e grupos de cultura popular compõem o leque de atrações desta sexta-feira (18) em nove praças, numa promoção da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por intermédio da sua Fundação Cultural (Funjope).

Até o mês de fevereiro de 2012, Circuito Cultural das Praças vai promover 432 apresentações selecionadas em edital público, nas áreas de música, cultura popular, artesanato, audiovisual, literatura, artes integradas, teatro, circo e dança, além de artistas e grupos convidados pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), nos espaços públicos revitalizados e construídos pela Prefeitura de João Pessoa desde 2005.

Bairro dos Ipês – A Praça Coriolano Coutinho, do bairro dos Ipês, recebe nesta sexta-feira, a partir das 17h, a ‘Mostra Elinaldo Rodrigues de Cinema Paraibano’, com a exibição de ‘O Contador de Filmes’, ‘Oliveira de Panelas – Temas de uma vida’, ‘Brincantes Visionários’ e ‘Zé Ramalho – O Herdeiro de Avohai’.

“Com essa mostra, o projeto Circuito das Praças revela-se também como uma janela para a produção audiovisual, que na Paraíba tem cada vez se ampliado, com qualidade ratificada nas premiações pelo país afora, apesar dos poucos espaços para sua exibição”, disse Elinaldo. “Esse projeto contribui para um dos eixos da cadeia produtiva do audiovisual, que é a exibição e circulação dos produtos realizados no Estado. Além disso, a mostra possibilita o acesso do público ao conhecimento sobre fenômenos sócio-culturais e artísticos da Paraíba abordados nos filmes”, observou.

Varadouro – A Tribo indígena Guanabara, do bairro de Mandacaru, anima a Praça Antenor Navarro, localizada no Centro Histórico da Capital, a partir das 22h, com o colorido e o brilho do figurino, os símbolos guerreiros, a exemplo das armas como arcos e flechas e, ainda, a beleza da dança.

A agremiação acumula diversos títulos, tendo sido campeã no ano de 2010. Seu fundador foi Antonio Massu, que repassou a direção para Francisco Ferreira dos Santos (Pelé). Na década de 90, devido a problemas de saúde do presidente Pelé, a tribo parou de desfilar, voltando à cena carnavalesca a partir de 2001. Em 2005, ficou em terceiro lugar na competição entre tribos. Atualmente, está localizada na Rua João Tota, 115, no bairro de Mandacaru.

Rangel – O espetáculo ‘Abra a mala e solte o riso ‘, que acontece a partir das 18h, na Praça da Amizade, no Rangel, convida o publico para o mundo do palhaço, com seu jeito meigo e poético, com sua mala sonora onde é desenvolvida a trilha musical do espetáculo. A peça se propõe a interagir com o público, que viaja por jogos, esquetes e muita improvisação. Os personagens ‘Sorriágico’ e a ‘pulga Catarina’ fazem parte da esquete  e, no final, o palhaço propõe uma reflexão sobre a natureza do palhaço, dialogando com o grande universo artístico do circo.

Bancários – A Praça da Paz, nos Bancários, recebe o Clube de Orquestra Ciganos de Esplanada, que foi fundado em 1999, por Marcos Antonio dos Santos, conhecido como ‘Coroné Bonerges’, devido a sua atuação na quadrilha junina Botijinha. A agremiação surgiu com a finalidade de animar a rua. Foi assim, que músicos e amigos resolveram se reunir e montar uma orquestra cujo nome foi pensado a partir da figura de uma cigana, símbolo da quadrilha que anima ainda hoje o bairro do Esplanada, com suas cores verde, vermelho, preto, branco e amarelo.

O grupo transformou-se em uma entidade social sem fins lucrativos denominada Associação Folclórica Clube de Frevo Ciganos de Esplanada e Quadrilha Junina Botijinha e conta com 250 participantes cadastrados.

Mangabeira – A cultura popular vai movimentar a Praça do Coqueiral, em Mangabeira, com apresentação da dupla de emboladores de coco Lindalva e Lavandeira, bastante conhecida em todo o país pelos improvisos e provocações em tom jocoso feitas durante as suas apresentações.

A dupla participou no último mês de agosto, do encontro de cultura popular ‘Brincantes Brasileiros na Paraíba’, ocorrido durante a Festa das Neves, com a presença de grupos populares de diferentes regiões do País. Na ocasião, os emboladores foram bastante aplaudidos com os improvisos e desafios que sempre divertem os expectadores.

Tambaú – A Escola de Samba Mirassol, do Padre Zé, é a atração da feirinha de Tambaú, a partir das 19h. A agremiação, que surgiu em março de 2003, conta atualmente com cerca de 450 integrantes. Para esta apresentação, o grupo vai contar com a participação de 70 integrantes, que prometem alegrar o publico com muito samba no pé e um colorido e brilho especial que traz em destaque as cores vermelho, preto, branco e amarelo.

O grupo desenvolve um trabalho social importante na comunidade do Padre Zé, com jovens em situação de risco social que são levados para a escola de samba, atuando em diversas frentes, seja como passistas ou até mesmo na produção dos acessórios.

Manaíra – A Praça do Skate, em Manaíra, será movimentada a partir das 19h pelo produtor musical beatmaker e educador social Pertnaz, que vem trabalhando profissionalmente como mestre de cerimônia e produtor musical desde 2004. “Faço esse trabalho acreditando no poder de transformação social e espiritual da música, sem palavrões e apologias ao crime, drogas e homofobia”, explicou.

Pertnaz representa o novo rap feito na Paraíba, com identidade, unindo letras bem elaboradas com a originalidade do improviso e o clima marcante das batidas que levam conteúdo e diversão ao público. O artista produz a sua própria batida. Para este show, vai apresentar músicas inéditas, a exemplo de ‘Pode Vir’, ‘O que te vicia’, ‘Sempre afim’ e o samba ‘Solte o prezo’.

Cidade Verde – O anfiteatro João Balula, da Praça Encanto Verde, localizada no conjunto Cidade Verde, recebe a partir das 19h o show ‘Tô na Rede’, do cantor e compositor Escurinho. Intérprete performático, Escurinho traz em sua música, uma poesia urbana de caráter social, numa fusão de ritmos que vai do xote ao reggae, do experimentalismo ao rock, do forró ao baião, do caboclinho ao boi de reizado, dos ritmos afros e tribais, ao maracatu e ao coco de embolada.

“É um prazer poder me aproximar do público através desse projeto que movimenta a cidade nos finais de semana”, disse. Atualmente, o artista prepara um novo CD, com previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2012.

Além de Escurinho (voz principal e percussão), a banda é formada pelos músicos Alex Madureira (guitarra), Igor Ayres (baixo) e Flávio Boy (bateria). No repertório, composições como ‘O principio básico’, ‘Sai de casa’, ‘Ciranda’, ‘Samba do Inglês’, ‘Esmeralda’, ‘Eu acredito’, ‘Boi Tungão’, ‘A casa vai cair’, ‘Usura’, ‘Oratória’ e ‘Lá vem a onda’

Convidados – Os grupos e artistas convidados pela Sedes movimentam algumas praças, antes das apresentações dos grupos selecionados por meio do edital público lançado pela Funjope. Na Praça da Amizade, no Rangel, a atração é o rock da Banda Anonimato, realizando uma apresentação que foi contemplada pelo Fundo Municipal de Cultura (FMC). Na mesma praça, também se apresenta o grupo de pagode Atitude do Samba.

A Praça da Paz, dos Bancários, vai receber o rock da Banda Evus, enquanto a Praça Coqueiral, em Mangabeira, terá um espetáculo de teatro e dança, coordenado pelo teatrólogo Diocélio. Na Praça Recanto Verde, do conjunto Cidade Verde, haverá o projeto musical CGC Artes, coordenado pelo professor Michel, e ainda apresentação circense dos Palhaços da Educação.

Confira a programação completa deste final de semana:

Sexta-feira (18/11)

-Bairro dos Ipês (Praça Coriolano Coutinho) – 17h

Mostra Elinaldo Rodrigues de Cinema Paraibano (audiovisual)

– Varadouro (Praça Antenor Navarro) – 22h

Tribo Indígena Guanabara (cultura popular)

– Rangel (Praça da Amizade) – 18h

Espetáculo Abra a mala e Solte o Riso (teatro)

– Bancários (Praça da Paz) – 19h

Clube de Orquestra Ciganos do Esplanada (cultura popular)

– Mangabeira (Praça Coqueiral) – 19h

Emboladores Lindalva e Lavandeira (cultura popular)

– Tambaú (Feirinha de Tambaú) – 19h

Escola de Samba Mirassol (cultura popular)

– Manaíra (Praça do Skate) – 19h

Pertnaz (música)

– Cidade Verde (Praça Encanto Verde/ Anfiteatro João Balula) – 19h

Escurinho e banda

Sábado (19/11)

– Castelo Branco (Praça da Cultura) – 19h

Carlito e a matéria orgânica (música)

– Manaíra (Praça Alcides Carneiro) – 17h

Espetáculo Ponto de Vista (dança)

– Bessa (Praça do Caju) – 19h

Tribo Ethnos (dança)

– Padre Zé (Praça da Conquista) – 19h

Show Danse Macabre, com a banda Dissidium (música)

– Funcionários I (Praça Lauro Wanderley) – 19h

Banda Soturno (música)

– Jaguaribe (Praça Aquiles Leal) – 19h

Espetáculo Papobrinlou Esfatempou (teatro)

– Funcionários II (Praça Bela) – 19h

Espetáculo Novos Tempos, música, teatro e dança (dança)

– Conjunto Residencial Gervásio Maia (Praça da Esperança) – 19h.

Show No Escuro (música)

– Valentina (Praça Soares Madruga) – 19h

Nando Levy (música)

– Alto do Mateus – 17h

Madalena Moog (música)

– Estação Ciência (anfiteatro) – 17h

Lançamento do CD ‘Deixe-se Levar’, de Anne Raelly (música)