Circuito das Praças inicia 2010 com rock, jazz e cultura popular

Por - em 16

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através da Fundação Cultural (Funjope), dá continuidade ao projeto Circuito Cultural das Praças neste fim de semana. No primeiro show do ano, o público vai poder conferir atrações de rock e cultura popular.

Nesta sexta-feira (08), dois grupos estão na programação do projeto. Na Feirinha de Tambaú haverá apresentação do ‘Boi de Reis Estrela do Norte’, comandado pelo Mestre Pirralhinho, a partir das 20h. À meia noite, o show será no Centro da cidade. A banda de punk rock ‘Dead Nomades’ leva seu som ao Largo de São Frei Pedro Gonçalves, parte histórica de João Pessoa. No sábado (09), o músico Beto Tavarez e Banda se apresentam a partir das 20h, na Praça Aquiles Leal, no bairro de Jaguaribe.

Boi de Reis Estrela do Norte – O grupo representa a autêntica cultura popular. É comandado pelo Mestre Pirralhinho, que começou sua atividade como brincante com o Mestre Gasosa, aos cinco anos de idade, passando depois a brincar com seu pai, o conhecido Mestre João do Boi.

Dead Nomads – A banda surgiu em 1996. Seguindo os estilos punk rock, surf music e hardcore, tem a influência das décadas do final dos anos 70 até inicio dos anos 90. Na carreira, constam vários shows pela Paraíba (Sapé, Guarabira, Santa Rita), e fora do Estado, como Fortaleza (CE), Maceió (AL), Recife e Olinda (PE), Aracaju (SE) e Ceilândia/Brasília (DF). A Banda já abriu shows para grandes nomes da música nacional, a exemplo de O Rappa, Nação Zumbi, Mundo Livre, Devotos, Dead Fish, Charlie Brown Jr, Zeferina Bomba, Câmbio Negro, entre outros.

Beto Tavarez e Banda – Atração do sábado (9),Beto Tavarez é guitarrista de formação. Desde 2002 é acompanhado por uma Banda que tem como prioridade o som instrumental. Neste domingo, o público que for à praça Aquiles Leal vai ouvir um repertório diversificado: do rock ao baião, passando pelo jazz. “Iremos brindar o público com algumas músicas autorais”, avisa o guitarrista.

O Circuito Cultural das Praças é um projeto que acontece de setembro a fevereiro, em diferentes pontos da Capital. O objetivo é difundir a cultura paraibana, contemplando a sua diversidade e, ao mesmo tempo, proporcionar o acesso dos moradores aos artistas e grupos da cidade e de outras localidades.