Clube do Idoso atenderá mais de 2.500 pessoas na Capital

Por - em 26

O primeiro Clube da Pessoa Idosa da Capital foi inaugurado na tarde desta quinta-feira (17) pelo prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB). O espaço tem estrutura para atender mais de 2.500 idosos, entre pensionistas e aposentados do município, que a partir de agora poderão usufruir do local para o lazer, aprendizagem, cultura e arte.

O equipamento conta com uma área total de 6.880 metros quadrados e funciona na rua Ana Guedes de Vasconcelos (por trás da Escola Superior de Magistratura-Esma), no bairro Altiplano Cabo Branco, e custou cerca de R$ 750 mil provenientes dos cofres da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) e de duas construtoras parceiras, numa ação de responsabilidade social.

O evento – O ato de solenidade da entrega do Clube da Pessoa Idosa teve início com a apresentação da banda ‘Alvorada’, composta por pensionistas e aposentados do Instituto de Previdência do Município (IMP), seguido do Coral do IPM e do Grupo Fênix.

Logo após, Ricardo Coutinho descerrou a placa inaugural. “Esse é mais um dia dedicado a realização de um sonho, que não é só meu, mas de toda a cidade. O Clube do Idoso representa a força do espírito público em busca de uma vida melhor para todos, principalmente para aqueles que mais necessitam de atenção”, disse o prefeito.

Agradecimento – “Nós que fazemos o poder público temos o dever de tornar os espaços acessíveis e melhores para o desenvolvimento social da cidade de João Pessoa. E hoje estamos aqui para agradecer o trabalho dedicado de toda uma vida. Foram eles, pensionistas e aposentados, que em tempos atrás deram o seu suor para transformar a cidade de João Pessoa no que ela é para nossa gente”, lembrou.

O Clube da Pessoa Idosa será administrado pela Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes), mas está vinculado ao Instituto de Previdência do Município (IPM). O local estará aberto aos que já participam dos grupos de convivência espalhados pela cidade e todos da terceira idade que queiram se beneficiar dos diversos serviços que o Governo Municipal oferecerá no clube.

Homenagem – Em seu depoimento, Edmilson Soares, superintendente do IPM, lembrou os nomes de Marcelo Braga, superintendente-adjunto do órgão falecido em 2007, e do ex-secretário de Finanças, Gervásio Maia, que também morreu no ano passado. “Dedico esse dia de aos nossos grandes parceiros de luta, que por muito tempo fizeram parte desse sonho que hoje se torna real. Foi com o trabalho e o apoio incondicional desses companheiros, que muitas das nossas ações se tornaram em algo concreto, voltado em benefício da cidade”, destacou.

Depoimento – A aposentada Terezinha Natália representou seus colegas e em seu discurso emocionou a todos os presentes. Como tantas outras histórias que ali se aglutinavam, Terezinha ficou viúva há 30 anos, mas foi na aposentadoria que sentiu o peso da idade avançando e os olhares pouco compreensíveis daqueles que a rodeavam.

“Fiquei só, sem ocupação, perdi o sentido da vida. Junto com a solidão veio a depressão, mas isso mudou no dia em que fui convidada a participar de um grupo de idosos do IPM. A alegria voltou a minha vida e agora sei a velhice é apenas a continuidade minha história e não o fim dela”, observou.