Coleta Seletiva é implantada na Secretaria de Agricultura da PB

Por - em 34

Em parceria com a Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), a Secretaria Federal de Agricultura na Paraíba (SFA/PB) implantou a coleta seletiva nesta sexta-feira (31), com o lançamento do projeto ‘Coleta Seletiva – O Planeta Agradece!’, dentro da programação dos 149 anos de criação do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O objetivo desse projeto é minimizar os impactos ambientais causados pelo lixo no meio ambiente, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida no planeta.

Na abertura do evento, o grupo de percussão ‘Baticumlata’, formado por funcionários da Emlur, que utilizam material reaproveitável como instrumento musical, fez uma apresentação que impressionou os participantes. Os servidores, terceirizados e estagiários da SFA/PB assistiram a uma palestra com a especialista em educação ambiental, Eliana Rodrigues, sobre os problemas provocados pelo lixo e os benefícios da separação correta dos resíduos produzidos no local de trabalho. O teatro de bonecos da Emlur arrancou risos e muitos aplausos da platéia.

Há um ano a SFA/PB prepara a implantação da coleta seletiva sob a orientação da Emlur. Para isso, o órgão formou uma comissão que fez um levantamento dos tipos de lixo produzidos nos setores e elaborou um plano de gestão da coleta seletiva, posteriormente apresentado ao Departamento de Valorização e Recuperação de Resíduos (Devar) para análise. Após a implantação da coleta, a Emlur presta uma consultoria contínua ao órgão como forma de realimentar o projeto.
 
Para a implantação da coleta seletiva, o órgão federal gastou pouco mais de R$ 7 mil na compra de 142 coletores padronizados para separar o lixo. Os cestos existentes em cada ambiente de trabalho foram aproveitados para a colocação de papel. Um termo de cooperação técnica entre a SFA e a Associação dos Tratadores de Materiais Reciclável (Astramare), localizado no Bessa, foi assinado durante a solenidade. Com isso, a Astramare ficará responsável em coletar o material destinado à reciclagem ou à reutilização duas vezes por semana.
 
Os servidores da SFA/PB estão empolgados e tem mostrado disposição em colaborar. “A coleta seletiva já era esperada em virtude da necessidade de separação dos resíduos sólidos e da preservação ambiental”, disse uma das integrantes da comissão de coleta seletiva solidária, Ana Cristina Braz.

“Nossa obrigação enquanto prestador de serviço público é informar à sociedade. Então, este projeto, além de aumentar nossa rede de agentes multiplicadores para a coleta seletiva, busca sensibilizar as pessoas para uma mudança nas atitudes diárias em favor da qualidade de vida”, disse o  diretor administrativo-financeiro da Emlur, Renato Leitão. Também esteve presente a coordenadora do Devar, Elma Xavier, que vem acompanhando todo o processo de implantação da coleta seletiva no órgão.

O superintendente da SFA/PB, Hermes Ferreira Barbosa, também estava empolgado com a coleta seletiva. Em sua fala durante a cerimônia, ele disse que a coleta seletiva vai diminuir o desperdício e contribuir para a preservação ambiental. Ele destacou ainda a grande responsabilidade dos servidores no êxito desse projeto e a geração de renda para catadores associados e cooperados.