Combate à corrupção é tema de palestra para alunos municipais

Por - em 23

Com o objetivo de conscientizar a população no exercício do combate à corrupção, a Secretaria da Transparência Pública (Setransp), em parceria com a Advocacia-Geral da União (AGU), promoveu na tarde desta quinta-feira (1º) a palestra “A Advocacia-Geral da União e o Cidadão-Fiscalizador”, para cerca de 200 alunos da Escola Municipal Ana Cristina Rolim Machado, em Mangabeira. A atividade faz parte da Semana do Combate à Corrupção, promovida pelo órgão federal, que teve início na última segunda-feira (28) e vai até esta sexta (02).

O secretário da Transparência, Antônio Barbosa, foi o responsável pela abertura do evento e falou sobre a importância e o trabalho da Setransp no município de João Pessoa e como cada pessoa, principalmente os jovens, podem ser agentes fiscalizadores das ações do Governo, zelando assim pelo patrimônio e dinheiro público e exercendo a sua cidadania. “A política de transparência introduziu na cidade a prática de uma nova cultura em relação à gestão pública, pois promove canais de comunicação com a sociedade civil, através do Orçamento Democrático e da Ouvidoria, fazendo com que a população tenha acesso direto aos atos da administração e sejam fiscais das ações do Governo Municipal”, frisou o secretário.

O advogado da União e coordenador de Ações Estratégicas da AGU, Luiz Gonzaga Pereira Neto, disse que parcerias entre órgãos públicos são fundamentais para que melhores resultados sejam obtidos no combate a atos de improbidade administrativa e na recuperação de créditos da União.

“Esta parceria com a Secretaria de Transparência da Prefeitura de João Pessoa é imprescindível para que possamos divulgar entre a população o zelo com o patrimônio público, e é muito importante o engajamento dos agentes públicos no combate a corrupção, pois só fortalece as ações da AGU”, afirmou o procurador, que estava acompanhado do também advogado da União, Dario Dutra Sátiro Fernandes. Aproximadamente R$ 2 milhões e meio de reais devem ser recuperados pela AGU em ações ajuizadas pelo órgão na Paraíba, direcionadas a gestores que desviaram recursos públicos.

Para a professora de Ciências Joana Bosco, a partir de hoje os estudantes estarão mais conscientes do papel deles enquanto cidadãos e atores políticos. “Com certeza, foi plantada uma sementinha da cidadania em cada um deles e o que foi exposto hoje aqui na escola será divulgado e praticado por eles em casa, com seus familiares”, disse.