Comidas típicas têm variação de preço de até 157,4%, aponta pesquisa do Procon-JP

Por - em 60

As comidas típicas da época de São João, como pamonha, canjica, bolos e cocadas, são vendidas com uma variação de preço de até 157%, segundo pesquisa feita pelo Procon de João Pessoa. A maior diferença entre os valores foi constatada no quilo do bolo pé de moleque, que é comercializado de R$ 6,80 a R$ 17,50. O levantamento foi feito em 11 itens de 15 estabelecimentos.

O menor preço encontrado para o pé de moleque foi na Panificadora Miramar, na Praça das Muriçocas, e o maior valor na Panificadora El Shaday, no Cabo Branco. A segunda maior variação de preço verificada pelo Procon-JP está no quilo do bolo de macaxeira, vendido entre R$ 7,50 e R$ 17,50, o que representa uma diferença de 133,3% entre os locais pesquisados. O menor valor está na panificadora Miramar e o maior na El Shaday.

“Geralmente, produtos típicos de determinadas épocas são mais caros que produtos que são consumidos rotineiramente e, por isso, exigem mais cuidados por parte dos consumidores, pois a variação de preço é bem considerável. Foi o que verificamos na pesquisa de fogos de artifício, que apresentou variação de preço de até 700%, e em outras épocas, como nos ovos de Páscoa”, analisou o coordenador do Procon-JP Emerson Fernandes.

O coordenador orienta que os consumidores aproveitem os dados não só para saber onde estão os menores preços, mas também para verificar se nas padarias, onde geralmente compram, os preços estão satisfatórios ou acima do praticado nos outros estabelecimentos.

De acordo com a pesquisa, a unidade da pamonha custa de R$ 1,80 a R$ 2,80, representando uma variação de 55,6%. Já a Canjica tem a unidade sendo comercializada de R$ 1,30 a R$ 2,80. Nos dois itens, os menores preços foram encontrados na Panificadora Pão da Vida, e os maiores na Pão Doce Pão, ambas localizadas no Bairro dos Estados.

Preço de fogos – Os preços dos fogos de artifício tiveram um aumento de até 200% em relação ao ano passado, segundo análise feita pelo Procon de João Pessoa. O órgão fez um comparativo dos menores preços encontrados no período junino deste ano e em 2011 e constatou que os valores subiram em 46,27% dos 67 itens pesquisados nos dois anos.

Nesse mesmo período, houve queda de até 50% no preço de 18 itens, o que representa 26,8% dos produtos analisados. Outros 26,8% mantiveram os menores preços cobrados desde o ano passado. O produto que teve o maior aumento foi a caixa de ranzinha com quatro unidades, que em 2011 custava R$ 1 e este ano é encontrada por, no mínimo, R$ 3. Outro aumento significativo foi encontrado no ufo musical, com seis unidades, que era de R$ 10 e passou para R$ 25.

“Tanto a quantidade de produtos que tiveram os preços elevados foi maior que os que apresentaram redução, como o percentual de aumento (200%) foi bem superior ao de queda (50%). Os consumidores ainda encontram vários produtos com os mesmos preços e há opções a partir de R$ 0,15”, avaliou o coordenador do Procon-JP, Emerson de Almeida Fernandes.

Segundo ele, a maior redução de preço foi verificada no pacote de seis unidades da mariposa, que era vendida por pelo menos R$ 6 e passou para R$ 3. Outros itens que também apresentaram redução no menor preço foram: apito de gaiato, chuveiro, três tiros de canhão e chuveiro bom.

“Na última segunda-feira divulgamos pesquisa comparativa mostrando que os preços dos fogos de artifício vendidos na Capital têm uma variação de até 700% entre os estabelecimentos pesquisados próximo ao Estádio Almeidão. Isso mostra que os consumidores precisam pesquisar bem os preços antes de comprar. Só assim irão economizar”, destacou o coordenador.

Clique no link para pesquisa completa das comidas tipicas

Clique no link para comparativo de fogos de 2011