Comissão analisa melhorias no transporte público em seis comunidades da Capital

Por - em 41

Uma comissão formada por presidentes de associações, delegados e conselheiros do Orçamento Democrático, junto com a equipe de transporte da Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans) está discutindo melhorias no sistema de transportes público nos bairros das Indústrias, Três Lagoas, Padre Ibiapina, Vieira Diniz, Jardim Veneza e Cidade Verde. Nesta sexta-feira (21), o grupo se reunirá para discutir propostas e definir as alterações que serão feitas naquela área para melhorar o acesso e a mobilidade da população.

A comissão foi criada na última quarta (19) em uma reunião que mobilizou os moradores das comunidades e contou com a presença do diretor de transportes da STTrans, Adalberto Araújo, e com a gerente da Divisão de Coletivos (Dicol), Ângela Monteiro.

Os moradores solicitaram abrigos nas paradas de ônibus, regularidade no tempo das viagens em horários de pico, mais ônibus eficientes para as pessoas portadoras de necessidades especiais, a entrada de um veículo para atender a segunda etapa do conjunto Cidade Verde e aumento na frota de ônibus que serve essas comunidades.

Todas as reivindicações foram anotadas para serem analisadas pelo diretor de transporte, que junto com a equipe, vai elaborar proposta de mudança para discutir com a comissão.
Adalberto Araújo ouviu todas as solicitações dos moradores de cada comunidade e afirmou que a solução para melhorar o transporte na região deve beneficiar a todos e não a grupos isolados. Segundo ele, já foi feito um estudo na área para saber qual a demanda de passageiros dessas comunidades, o que servirá para fundamentar a proposta de mudança no transporte da área.

O diretor de transportes também falou do Sistema de Gestão que a STTrans está implantando na cidade e que vai revolucionar o transporte público. Ele explicou que esse sistema tem sido feito por etapas, começando com a implantação da bilhetagem eletrônica e com o monitoramento de toda a frota de ônibus pelo sistema GPS (satélite) que deve entrar em funcionamento até o final do ano.

Os proprietários das empresas São Jorge e Mandacaruense, que circulam nessas comunidades, já foram informados sobre as mudanças que ocorrerão, em reunião que realizada na terça-feira (18) com Adaberto Araújo e o titular da pasta, Deusdete Queiroga.