Concurso da Educação: PMJP divulga resultado na segunda

Por - em 29

A Prefeitura de João Pessoa divulga, na próxima segunda-feira (21), o resultado das provas objetivas do concurso para preenchimento de 991 vagas da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), realizado pelo Instituto Movens. Serão duas listas, uma como os nomes de todos os aprovados (aqueles que não zeraram provas) e a segunda com cerca de 5 mil convocados para a segunda fase da seleção, a prova de títulos, que deve ocorrer nos dois dias seguintes à publicação dos listões, nas próximas quarta e quinta-feira (23 e 24).

Dos 18.114 inscritos, cerca de 17 mil candidatos fizeram as provas do concurso no último dia 16 de dezembro. Eles concorrem a 991 vagas, distribuídas em 15 cargos de níveis médio e superior, com salários que variam entre R$ 686,48 e R$ 915,33. O assessor da superintendência do Instituto Movens, Augusto Pinto da Silva Neto, aconselhou os candidatos que acreditam ter feito uma boa prova com chances de classificação, que separem a documentação exigida para a prova de títulos, pois não haverá prorrogação do prazo.

Conforme previsto no edital do concurso, os candidatos aprovados, mas não convocados na lista a ser divulgada na próxima terça-feira, poderão ser convocados para avaliação de títulos posteriormente, conforme a necessidade do suprimento de vagas da Administração Pública Municipal, durante a validade do concurso. Em princípio, o concurso tem duração de dois anos.

Títulos – As provas objetivas valem até 50 pontos. De acordo com o edital do concurso, a avaliação de títulos valerá até 5,25 pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos apresentados seja superior. Serão aceitos diplomas de conclusão de doutorado, mestrado e de curso de pós-graduação (especialização), devidamente registrados, ou certificados/declarações acompanhados dos históricos dos cursos (valendo 0,70 ponto, o primeiro; 0,50, o segundo, e 0,30, o terceiro).

A comprovação de exercício de atividade profissional na administração pública ou na iniciativa privada, em empregos e cargos de mesmo nível de escolaridade e área concorrida, vale 0,50 ponto por ano completo, podendo chegar até a dois pontos. Publicações de trabalhos científicos ou de interesse para a área em periódicos internacionais e nacionais, com conselho editorial, valem até 0,50 (0,25 por publicação).

Os candidatos que tiverem cursos de atualização ou de aperfeiçoamento na área de ensino infantil e fundamental, com carga horária mínima de 120 horas, podem ganhar até 0,75 ponto (0,25 por curso comprovado). Os cursos de atualização ou de aperfeiçoamento na área de ensino infantil e fundamental, com carga horária mínima de 60 horas, valem 0,25 ponto (até 0,50). Receberá nota zero o candidato que não entregar os títulos na forma, prazo, horário e local estipulados no edital de convocação para a avaliação de títulos.

Recursos – Nos mesmos dias em que serão conhecidos os listões dos aprovados e convocados, o Movens divulgará o resultado da análise de recursos apresentados. Segundo Augusto Pinto Neto, 235 candidatos entraram com recursos que estão sendo analisados pelas bancas de especialistas, formadas por 18 pessoas. Ele explicou que não dispunha do número exato de recursos, pois um candidato pode ter contestado mais de uma questão de prova.