Concurso da Educação registra mais de 14 mil candidatos

Por - em 33

O Instituto Movens divulgou o balanço parcial das inscrições para o concurso público da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), que se encerraram no último domingo. Até a última sexta-feira (16), 14.691 candidatos tinham confirmado as inscrições através do pagamento da taxa, sendo 7.650 para os cargos de nível superior (que somam 590 vagas) e 7.041 para o cargo de nível médio (que tem 401 vagas). O balanço final – contabilizando os inscritos no último fim de semana, pela Internet – deve ser divulgado até esta quarta-feira (21) e a concorrência por curso deve sair em meados da próxima semana. Os organizadores da seleção pedem aos candidatos que observem os editais de retificação publicados no portal www.movens.org.br/portal/pmjp.aspx.

Do total de candidatos confirmados, 7.029 fizeram inscrições pela Internet e 7.662 nos guichês da Caixa Econômica Federal. Mais de 5.400 cadastros, que foram feitos via Internet no sábado e domingo, ainda estavam pendentes, pois dependiam da confirmação do pagamento do boleto bancário, que vence nesta segunda-feira (19). Estão sendo oferecidas 991 vagas, distribuídas entre os cargos de assistente social, orientador, psicólogo, supervisor, professor da educação básica II (várias disciplinas) e professor da educação básica I (do 1º ao 5º ano do ensino fundamental). Os salários oferecidos variam entre R$ 686,48 e R$ 915,33.

As provas objetivas deverão ser aplicadas no dia 16 de dezembro. O resultado final do concurso está previsto para ser divulgado até março do próximo ano. Os primeiros 991 classificados deverão ocupar as 991 vagas anunciadas no edital e os demais classificados formarão um cadastro de reserva, com o objetivo de preencher novas vagas que possam surgir durante a validade do concurso.

Retificações – De acordo com informações do Instituto Movens, as retificações feitas através dos dois últimos editais não alteram a essência do primeiro, apenas corrigem falhas de digitação ou complementam informações. Por exemplo, o item sobre requisitos para o cargo de orientador escolar, se pede “diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Pedagogia expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC…”. No edital de retificação, foi acrescentando que o curso deveria ser com “habilitação em orientação escolar”.