Concurso seleciona peças feitas com material reaproveitável

Por - em 25

Quem passou pelo Parque Solon de Lucena na manhã desta terça-feira (6) se deparou com uma exposição diferente, composta de peças feitas a partir do reaproveitamento de materiais. Todos os objetos foram confeccionados por filhos de servidores da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), que utilizaram plástico, papel, papelão, vidro, garrafas pet, isopor e latinhas de refrigerante para confeccionar objetos de decoração. A iniciativa faz parte do projeto ‘Reciclagente’, que tem o objetivo de estimular a arte e a preservação do meio ambiente. A mostra será realizada até a quarta-feira (7).

Os jovens artistas também estão presentes na exposição, explicando aos visitantes o processo de criação das peças e o material que foi utilizado para confeccionar cada uma delas. Micilene da Silva, 13 anos, exibia, toda orgulhosa, o seu trabalho: uma garrafa decorada. Ela destacou a importância do projeto e afirmou que o ‘Reciclagente’ foi uma oportunidade de descobrir talentos e estimular a arte.

Concurso – Os visitantes da exposição terão a oportunidade de escolher os dez melhores trabalhos. E foi isso que fez Maria Solange, que depois de olhar todas as peças escolheu a sua predileta: “O trabalho mais bonito foi o número seis, que é o casal de bailarinos”, disse, destacando que a exposição é muito importante para as crianças e para a sociedade.

Na opinião de Juliana Lacerda, a peça mais bonita é a igreja feita de papelão (número 11). Ela disse que a exposição estava muito bem planejada e revelou que ficou surpresa, uma vez que não imaginava que do lixo poderia nascer arte. Já Jairo Lima comentou que todos as peças merecem nota dez. Mas, na opinião do visitante, o melhor trabalho foi o número dez, que é uma reprodução do farol do Cabo Branco.

Entres as peças expostas estão uma porta-bandeira feita com latinha de refrigerante e jornal, um dinossauro de garrafa pet, casas e jarros de papelão, uma talha de isopor, móveis em miniatura de jornal e um casal de bailarinos de jornal e metal.

Os dez trabalhos selecionados, por sua vez, serão expostos no hall do shopping Tambiá no período de 9 a 11 de novembro. Dessa mostra, um júri formado por especialistas selecionará as duas melhores peças. Os dois primeiros colocados receberão premiações, sendo uma bicicleta para o primeiro lugar e um MP3 Player para o segundo. Todos os participantes do ‘Reciclagente’ receberão medalhas.

O projeto
– O ‘Reciclagente’ foi elaborado pela Divisão de Bem-Estar Social (Dibis) da Emlur, é voltado para jovens com idades entre 12 a 16 anos. Sessenta filhos de servidores da Autarquia de limpeza estão participando do ‘Reciclagente’. Durante a atividade os garotos passaram por palestras de educação ambiental, onde receberam informações sobre preservação do meio ambiente. Depois, os jovens aprenderam as técnicas de confeccionar peças a partir de materiais recicláveis.