Condomínio Mangabeira abriga 47 famílias em apartamentos

Por - em 39

Rua João Francisco Alves, Mangabeira II, Bloco C, apartamento 103. Este é o novo endereço de dona Severina da Conceição, 47 anos. Ela foi uma das mães de família beneficiadas com a entrega do Condomínio Mangabeira, onde a partir de agora vão morar aproximadamente 250 pessoas, distribuídas em 47 apartamentos. A entrega foi feita nesta segunda-feira (27) pelo prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB). “Estamos fazendo a felicidade de muita gente. Completamos 4.022 casas entregues durante quatro anos e dois meses de administração”, comemorou o prefeito.

Os 47 apartamentos foram entregues a famílias que viviam em casas de taipa ou moravam de aluguel, como é o caso da dona Severina da Conceição. “Nós morávamos em barracos de taipa, junto a ratos, baratas e muito lixo. Hoje me sinto melhor, feliz, sou gente, graças a Deus e a Ricardo. Eu só tenho que agradecê-lo”, contou a moradora que saiu da comunidade Montes das Oliveiras, no bairro do Cristo Redentor.

A estrutura do Condomínio Mangabeira conta com estacionamento, gramado, área para lazer das crianças, grades e cada moradia dispõe de um quarto, uma sala, banheiro, cozinha, caixa d’água e área para depositar o lixo. Cada bloco possui oito apartamentos, sendo quatro por piso.

Mesmo desempregada, Maria Ferreira de Souza, de 50 anos, não tinha que pagar R$110,00 de aluguel todos os meses, para morar numa casa junto com o filho, em Cidade Verde. Agora, ela conta que vai pagar para ser dona do imóvel e está feliz. As crianças que moram no condomínio já estão assistidas por escolas situadas próximas ao local, como é o caso de Felipe Santos, de 6 anos, que estuda na Escola Municipal Davi Trindade. O condomínio também está próximo a um posto do Programa Saúde da Família (PSF) e às principais avenidas do bairro.

O prefeito Ricardo Coutinho ressaltou que ainda este ano mais de mil casas serão entregues em programas de habitação. “Este é o resultado de um trabalho em conjunto com o Governo Federal, mas também da utilização de espaços, recuperação de obras inacabadas, como é caso desta. Aqui, conseguimos possibilitar mais conforto e cidadania a estas pessoas. Nossa meta é que ao fim desta gestão não haja mais nenhuma casa de taipa em João Pessoa”, concluiu.

O empreendimento é uma obra construída através do programa federal Habitar Brasil e está orçado em R$1.028.479,96. Os custos dos imóveis atingiram R$ 733.480,98 e R$ 294.998,98 foram os gastos com a urbanização do local, que inclui área para estacionamento, passarela, drenagem, muro de arrimo e área com plantio de grama, bancos e iluminação externa. A obra faz parte do programa habitacional da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), ‘Minha Casa, Nossa Cidade’.