Conferência da Juventude reúne representantes de movimentos sociais

Por - em 57

Entidades representantes da juventude municipal, estadual e nacional participaram da abertura da 2ª edição da Conferência Municipal da Juventude, na noite desta sexta-feira (16), no Teatro Paulo Pontes do Espaço Cultural José Lins do Rego. A Conferência será realizada até este domingo (18) também na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), e conta com o apoio da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria de Juventude, Esporte e Recreação (Sejer).

O evento, que é uma etapa eletiva para a segunda Conferência Nacional de Juventude, tem o objetivo de fortalecer a política pública municipal de apoio à juventude da cidade.

Na solenidade, o prefeito Luciano Agra foi representado pela secretária municipal de Planejamento, Estelizabel Bezerra. Também participaram da abertura o secretário municipal adjunto de Juventude, Esporte e Recreação, Thiago Pacheco; o secretário estadual da Juventude, Esporte e Lazer, Fábio Maia; a presidente do Conselho Estadual de Juventude, Sandra Regina; a conselheira municipal de Juventude, Luana Flávia, além dos representantes do Conselho Nacional de Juventude, Gilbert Fonseca, e da comissão organizadora da 2ª Conferência Municipal, Everton Borba.

A secretária Estelizabel Bezerra falou sobre a importância do evento, disse que o Governo Municipal tem um compromisso com a democracia participativa e que a Conferência é um espaço de diálogo e construção. “O grande desafio durante este evento é discutir as ideias apresentadas durante a Conferência. A prefeitura tem assumido notadamente o compromisso de avançar no aspecto de inclusão da juventude na administração municipal”, lembrou.

Já o secretário municipal adjunto da Juventude disse que a Conferência é o lugar apropriado para essa juventude engajada mostrar a cara, participar desse momento de construção da política de juventude do município, que também vai elaborar propostas para a política nacional de juventude. “Vai ser um momento muito rico. A expectativa é de um evento democrático, com bastante participação e debates empolgantes”, disse Thiago Pacheco.

Entidades presentes – Participaram ainda da abertura representantes da Associação Paraibana dos Estudantes Secundaristas (Apes), Movimento de Moradia de Interesse Social (Movis Moradia), União Nacional dos Estudantes (UNE), União de Juventude Socialista (UJS), Núcleos do ProJovem Urbano e ProJovem Trabalhador e Movimento Hip Hop Gospel.

José Valter, do Hip Hop Gospel, falou do objetivo a ser alcançado pelo movimento. “Nosso intuito é fazer com que João Pessoa venha inserir o nosso trabalho de educação nas comunidades carentes”, disse.

Luiza Regina, uma das representantes da Secretaria da Mulher e Diversidade Humana do Estado e gerente de Equidade Racial, destacou a importância da Conferência e da iniciativa da PMJP. “De fato, a juventude tem que participar desse espaço de discussão. A iniciativa da prefeitura da Capital é bastante válida, porque notadamente existem avanços no município de João Pessoa no que diz respeito a Políticas Públicas voltadas para juventude da cidade”.