Conferência discutirá assistência, direitos e defesa da pessoa idosa

Por - em 28

As políticas de assistência, direitos e defesa da pessoa idosa serão discutidas na ‘I Conferência Municipal do Idoso’, que começa nesta quarta-feira (28) e prossegue até a quinta-feira (29), no Auditório do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê). A conferência, promovida pelo Conselho Municipal do Idoso e a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), será aberta às 9h pelo prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB), com o tema ‘Avaliação da Rede de Proteção e de Defesa dos Direitos dos Idosos (Renadi)’, tendo como conferencista a assistente social/gerontóloga Maria Cabral Sousa.

A Conferência vai discutir questões relevantes para a pessoa idosa e terá cinco eixos temáticos divididos em grupos de trabalhos: ‘Renadi – Compreensão e perspectivas’, ‘Ações para efetivação dos direitos da pessoa idosa’, ‘Previdência e assistência social’, ‘Educação, esporte, lazer e cultura’ e ‘Gestão, participação e controle democrático e financeiro’. Para a diretora do Centro de Referência em Saúde do Idoso, Irene Delgado, o município de João Pessoa “tem avançado muito na construção e reestruturação da Rede de Proteção e de Defesa dos Direitos dos Idosos, tanto na área de assistência social quanto no atendimento à saúde”.

Atenção integral – Ela citou que a gestão avançou na assistência à população, tendo o Programa Saúde da Família (PSF) como porta de entrada na atenção básica e o Centro de Atenção Integral a Saúde do Idoso como referência de serviço especializado, que abrange a promoção, a proteção, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação e a manutenção da saúde com uma equipe multiprofissional.

O Centro atende diariamente 100 idosos encaminhados pelas Unidades de Saúde da Família (USFs) para as 12 especialidades do serviço, conforme preconiza a Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa.

Valorização – O secretário de Desenvolvimento Social de João Pessoa, Alexandre Urquiza, explicou que dentro da política de assistência à pessoa idosa no município são atendidos 34 grupos num total de 1.500 usuários que participam de atividades regulares em associações, centros de cidadania e no Clube da Pessoa Idosa, que funciona no Altiplano. “É uma política de valorização dos idosos do município, que possui a terceira maior população nessa faixa etária do País”, explicou.

Urquiza afirmou que no mês de junho o prefeito Ricardo Coutinho estará inaugurando o Centro de Referência Intergeracional ‘Sinhá Bandeira’, no Bairro do Expedicionários. O Centro irá desenvolver atividades ocupacionais para a juventude e os idosos, e as peças produzidas serão expostas numa galeria que funcionará na antiga Casa do Bispo, no Largo de São Francisco, no Centro.