Conselheiros do OD conhecem a política municipal de saúde

Por - em 23

A secretária de Saúde do Município de João Pessoa, Roseana Meira, participou nesta terça-feira (18) de reunião com os conselheiros do Orçamento Democrático (OD) no Paço Municipal. O encontro fez parte do Planejamento Democrático, segunda etapa do Ciclo do OD, onde as secretarias que foram indicadas pela população na primeira fase, se reúnem com os 28 conselheiros para analisar quais das demandas encaminhadas que poderão ser incluídas na Lei Orçamentária Anual (LOA) e na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que planejam as ações para o próximo ano.

Durante a reunião, Roseana Meira falou sobre a política municipal de saúde. Ela explicou que o conceito de saúde, implica em reconhecer que não é simplesmente por meio do acesso aos serviços que se conquistam melhores condições de vida. Roseana citou como exemplo a instalação de academias ao ar livre com a supervisão de equipes multiprofissionais, através do “João Pessoa Vida Saudável”, que atualmente tem 3.718 inscritos em 12 praças, dois Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e no Clube do Idoso, que estão incluídos no projeto.

“A atenção à saúde não pode ser trabalhada somente dentro do setor saúde e menos ainda somente dentro dos serviços de saúde, por isso nós trabalhamos com todos os outros setores, na construção desse diálogo permanente dentro da gestão e com a sociedade, fazendo a escuta dos usuários”, explicou.

Recursos – Sobre os recursos financeiros financeiros para a pasta, a secretária apresentou o percentual de aplicação do Tesouro Municipal que passou de 15% em 2004 (o mínimo exigido pelo Ministério da Saúde) para 17,23% em 2009. Na ocasião foram apresentados ainda o Orçamento do Fundo Municipal de Saúde (R$ 264 milhões) e Orçamento do Tesouro Municipal (R$ 111 milhões) para a Saúde, totalizando R$ 375 milhões para o exercício de 2010.

Os conselheiros puderam saber sobre o andamento das obras e ações para este ano como a construção da Unidade de Pronto Atendimento no Jardim Oceania; a implantação do Centro de Tratamento da Dor e Reabilitação no Hospital Mangabeira e a implantação do Centro de Práticas Integrativas e Complementares no local onde funcionou anteriormente o CAPS Caminhar, no Valentina. No local serão ofertadas práticas integrativas e complementares: fitoterapia, homeopatia, acunputura, assim como práticas corporais.

A próxima e última reunião do Planejamento Democrático vai acontecer na quinta-feira (20) com a Secretaria Municipal de Habitação (Semhab), às 18h, no Paço Municipal.