Conselheiros do Orçamento Participativo passam por formação

Por Monica Melo - em 318

Os 164 conselheiros do Orçamento Participativo (OP), eleitos este ano durante as plenárias regionais, iniciaram nesta quinta-feira (13) uma formação. Nela, terão oportunidades de esclarecer dúvidas sobre a função, bem como o funcionamento e os principais serviços oferecidos por cada pasta da gestão municipal.

A formação acontecerá até o próximo dia 20 e contará com a presença de representantes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob).

“Na ocasião serão dadas informações referentes aos serviços oferecidos e o que é de responsabilidade de cada secretaria, serão tiradas dúvidas e estreitados os laços entre gestão e sociedade civil, representada pelos conselheiros do OP”, explicou o secretário do Orçamento Participativo, Francisco José Silva. A formação ocorrerá sempre a partir das 15h.

Orçamento Participativo – O OP tem como principal objetivo permitir à sociedade uma participação direta junto à gestão, bem como na elaboração das leis que tratam de orçamento público e de consulta sobre diretrizes para aplicação dos recursos financeiros. É um mecanismo que visa promover o diálogo ouvindo a população nas tomadas de decisão e na escolha das prioridades a serem implementadas pela administração pública.