Correios regularizam a entrega de correspondências até dia 13

Por - em 35

Até o dia 13 deste mês, a entrega de correspondências em João Pessoa será regularizada. Esse foi o compromisso assumido em reunião realizada recentemente entre a coordenação do Procon de João Pessoa e representantes da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT).

O encontro foi fruto de um procedimento de investigação preliminar instaurado pelo Procon-JP. Caso o acordo não seja cumprido, será instaurado um processo administrativo e a empresa poderá ser multada.

No encontro, a coordenação do Procon-JP solicitou informações sobre o motivo do atraso na entrega de correspondências em diversos bairros da Capital. Os representantes dos Correios alegaram que atualmente estão com aproximadamente 90 mil correspondências por ser distribuídas, e o problema é enfrentado nos Centros de Distribuição Domiciliar (CDD) do Leste e Sul, afetando bairros adjacentes à Avenida Epitácio Pessoa (com exceção de Tambaú) e os da zona sul, como Mangabeira, Bancários e Valentina Figueiredo.

Revelaram ainda que este acúmulo de correspondências tem como um dos motivos as três greves realizadas pelos servidores da ECT em um período de 12 meses. Segundo o coordenador de Distribuição, Sérgio de Melo Dantas, a situação não ficou mais crítica porque o serviço de entrega foi terceirizado durante a última paralisação, que aconteceu em julho deste ano.

Para regularizar a entrega das correspondências, a empresa está procurando aumentar a capacidade produtiva, com realização de horas-extras, trabalho nos finais de semana e ainda remanejando funcionários de outros Centros de Distribuição para os que estão com maior atraso na entrega de cartas, faturas, cobranças, extratos bancários e impressos. Além disso, o diretor afirmou que a instituição irá contratar mais 16 carteiros nos próximos dias para atender à demanda de João Pessoa.