Cosibra lança livro comemorativo escrito por Gonzaga Rodrigues

Por - em 49

A Companhia de Sisal do Brasil (Cosibra), com sede na Paraíba, lança nesta terça-feira (9) um livro comemorativo de 50 anos, escrito pelo jornalista paraibano Gonzaga Rodrigues. “Cosibra – Um fio entre dois mundos” será lançado às 19h, no Salão Panorâmico da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano.

O livro conta a história da Cosibra, criada em 18 de março de 1959 pelo empresário Armando Klabin, juntamente com seus irmãos Israel Klabin e Daniel Miguel Klabin, industriais do ramo de papel e celulose do sul do país. A Companhia surgiu através de uma sociedade com a também tradicional família industrial do ramo de tecido, Velloso Borges, por meio do Virginio Velloso Borges e seus filhos Marcelo Velloso Borges e Milton Velloso Borges.

Unindo esforços, a sociedade tem como objeto principal a industrialização de fibras duras existentes no Nordeste brasileiro, mediante a aplicação de técnicas apropriadas, principalmente a de fiação e tecelagem, bem como o comércio de seus produtos. Iniciando suas atividades em 1961, a Cosibra dedicou-se à produção de um barbante chamado baler-twine, tendo como matéria prima o sisal. Atualmente, trabalha produzindo fios e tapetes de sisal, produtos bem aceitos na Europa e Ásia.

Gonzaga Rodrigues – O jornalista e escritor Luiz Gonzaga Rodrigues nasceu em Alagoa Nova (PB). Já passou pelos principais jornais da Paraíba, exerceu diversas funções nas redações e escreve crônicas desde 1970. Gonzaga Rodrigues milita na imprensa há 58 anos, onde iniciou suas atividades como revisor.

Membro da Academia Paraibana de Letras (APL), recebeu o título de Doutor Honoris Causa da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). É de sua autoria os livros “Retrato da Vida”, em que o escritor homenageia seu pai, e “Café Alvear”, onde relembra as conversas políticas e culturais das décadas de 1960 e 1970, no Ponto dos Cem Réis.

SERVIÇO:

Lançamento: Cosibra – Um Fio entre dois mundos

Autor: Gonzaga Rodrigues

Dia: Terça-feira (9)

Hora: 19h

Local: Salão Panorâmico da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano