Cras do Alto do Mateus ganha uma nova sede, na quarta-feira

Por - em 35

O Centro de Referência da Assistência Social (Cras) do Alto do Mateus vai ganhar nova sede na Rua Luiz Pimentel Batista, s/n, no mesmo bairro. A solenidade será realizada nesta quarta-feira (21), às 10h, e contará com a presença do prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB).

A nova sede vai oferecer salas para acolhida, atividades sócio-educativas, atendimento individual, recepção e cozinha, dentre outras dependências. A obra, realizada com recursos próprios da Prefeitura Municipal (PMJP), foi orçada em R$ 80 mil, incluindo equipamentos.

Maior assistência – Esse Cras, que já funcionava dentro do Centro de Referência da Juventude (CRJ) do Alto do Mateus, atende 5 mil famílias e a nova estrutura pretende aumentar a abrangência dos serviços destinados às famílias em situação vulnerável.

Segundo Valeska Ramalho, coordenadora interina da Proteção Básica, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes), nesse Centro já existem os grupos de artesãos, culinaristas e de jovens, dentre outros. A novidade é que a partir do dia 26 de maio, uma turma de 50 jovens do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem) terá acesso as atividades sócio-educativas.

Funcionamento – Os Centros de Referência da Assistência Social são espaços físicos públicos que oferecem vários serviços, programas, projetos e benefícios de proteção social básica relativos às seguranças de rendimento, autonomia, acolhida, convívio ou vivência familiar e comunitária.

A depender do caso, os integrantes da família ou o grupo inteiro são encaminhados para o Programa de Atenção Integral à Família (Paif), Bolsa Família, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), Agentes Jovens ou Economia Solidária, serviços oferecidos pela PMJP.

Cadastro – A partir de uma entrevista – que pode ser chamada de acolhida – com assistentes sociais e psicólogos, as famílias são avaliadas e logo depois recebem visita domiciliar. Assim são cadastradas no Cras e começam a fazer parte de um processo de inclusão social, com o acompanhamento dos profissionais até que esses grupos possam se manter.

Em João Pessoa existem seis Cras, que fazem o acompanhamento sócio-assistencial das famílias integradas à rede das demais políticas públicas. Além do Cras Alto do Mateus, outros estão instalados nos bairros de Valentina de Figueiredo, Cristo Redentor, Cruz das Armas, Mandacaru e Ilha do Bispo.