Creches de João Pessoa já contam com aulas de xadrez

Por - em 36

Crianças de quatro a seis anos dos Centros de Referência em Educação Infantil (Creis) da Prefeitura de João Pessoa estão participando do projeto ‘Xadrez nas Escolas’, que busca incentivar as primeiras noções do jogo como um instrumento pedagógico de estímulo ao raciocínio lógico e ao ensino-aprendizagem. O projeto piloto vem sendo desenvolvido nos Creis El Shaday, no Centro; na Júlia Ramos, na Torre e Leonel Brizola, em Tambauzinho.

De acordo com a coordenadora do projeto pela Secretaria de Educação e Cultura, Lili Cavalcanti, a idéia é que através do movimento do xadrez, as crianças trabalhem questões como percepção espacial, motricidade e desenvolvimento lógico dos movimentos. “Nesta primeira etapa, onde a criança mantém os primeiros contatos com o jogo, o mais importante não é que ela aprenda as regras, mas que posso experimentar o domínio do tabuleiro e o trânsito das peças”, explica.

Para desenvolver este trabalho, Lili Cavalcanti participou em 2007 de uma formação específica na metodologia de xadrez para crianças, em Cuba. Deste aprendizado, trouxe para João Pessoa, a professora cubana Dagglaís Miguez Rodriguez, que esteve três meses no ano passado, realizando palestras para professores e alunos da rede de ensino da Capital envolvidos no projeto.

O xadrez em movimento, como propõe Lili, faz com que as crianças aprendam brincando sobre colunas, retas, linhas horizontais e verticais em grandes tabuleiros montados nos Creis. Além disso, as próprias crianças participam das jogadas ‘vivenciando’ as próprias peças do tabuleiro, como o rei, a rainha, os peões, os cavalos e as torres. “Contamos as histórias dos personagens, a origem do jogo, as relações com as cores preto e branco e outras informações necessárias. O mais importante é que as crianças se sentem estimuladas a brincar e aprender”, garante.