Criação do Conselho Municipal de Cultura é debatido na Câmara

Por - em 23

A implantação do Conselho Municipal de Cultura foi tema de um debate na Câmara de Vereadores, na manhã da sexta-feira (14), com a participação de artistas e da equipe da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), incluindo o diretor executivo da entidade, Chico César. A propositura foi do vereador Ubiratan Pereira – Bira (PSB). O assunto já havia sido pauta esta semana, em reunião articulada pela entidade cultural e representantes do poder legislativo.

Durante pronunciamento na tribuna, o diretor executivo da Funjope, Chico César, destacou a importância da participação e empenho da sociedade no apoio a esse tipo de ação. “Discussões como esta, sobre o Conselho Municipal de Cultura, têm sido os momentos mais alegres que tenho vivenciado, porque percebo que a cidade está envolvida nesta temática”, ressaltou. “Este processo é fundamental para as ações que iremos implementar daqui para frente. O Conselho é importantíssimo para o Município. A Funjope está recebendo, todos os dias, entidades e pessoas interessadas no fazer cultural da Capital”, enfatizou.

Durante a sessão especial, também estavam representando a Funjope o diretor executivo adjunto da entidade, Milton Dornellas; a coordenadora da unidade Casarão 34, Lu Maia; e o chefe da Divisão de Ação Cultural, Heriberto Coelho. O assunto sobre a reformulação da lei que cria e regulamenta o Conselho Municipal de Cultura (Lei nº. 1.617, de 14 de setembro de 2005), de autoria do ex-vereador Fuba, também esteve em pauta durante reunião ocorrida na tarde da última quarta-feira (12). O encontro aconteceu na Unidade Cultural Casarão 34, da Funjope. As discussões contaram com a presença de representantes dos vereadores Jorge Camilo (PT), Sandra Marrocos (PSB), Ubiratan Pereira – Bira (PSB), Zezinho do Botafogo (PSB), Bruno Farias (PPS) e Tavinho Santos (PTB).